Abertas inscrições para a Copa Patesko de Ciclismo

 (Foto: Silvana Rust/Arquivo)
A Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecierj), com o apoio da Prefeitura de Campos, realizará no próximo domingo (21) a I Copa Patesko de Ciclismo, que vai acontecer na área urbana de Campos. Os interessados têm até quarta-feira (17) para se inscrever no site da Fecierj (link AQUI). A prova vai reunir ciclistas nas categorias Master A, B, C e veteranos, masculino e feminina. A prova é projeto piloto para que o evento seja incluído no calendário da Federação. Os cinco primeiros colocados em cada bateria vão receber medalha, prêmio em dinheiro e brindes.

A largada está marcada para as 8h, na Praça 5 de Julho, em frente a Secretaria de Educação (antiga Estação Ferroviária), na avenida 28 de Março. De acordo com o presidente da Federação, Rodrigo Rocha, os ciclistas farão voltas durante uma hora no circuito de 1,6km que segue pela avenida 28 de Março até a rua Visconde de Inhaúma (antes do antigo campo do Americano) e o retorno. A previsão é de que sejam feitas de 30 a 35 voltas neste período de tempo.

— A Copa Patesko é um projeto piloto para que, em 2019, possamos implantar no calendário de eventos da Federação, visando movimentar e motivar os atletas de ponta a participarem, já que a ideia é pontuar no ranking estadual e nacional. Isso além de permitir a descoberta de novos ciclistas, principalmente aqui na região, que tem uma história com o ciclismo — destacou Rodrigo Rocha.  

Ciclistas de Macaé, São Francisco do Itabapoana e São João da Barra, além de Campos, já se inscreveram. A Fundação Municipal de Esportes (FME) apoia o evento, assim como a Guarda Civil Municipal e a secretaria de Saúde. O trânsito na 28 de Março no trajeto da prova será restrito a meia pista durante o tempo de prova, com acompanhamento da Guarda e de uma ambulância. As inscrições são R$ 50 no site da Fecierj para atletas federados e R$ 60 para não federados. As premiações vão de R$ 50 a R$ 250, fora os brindes dos patrocinadores.

O presidente da FME, Raphael Thuin, contou que o nome escolhido para a prova, Patesko, é uma justa homenagem ao idealizador da tradicional Prova Ciclística do Santíssimo Salvador, que chegou a sua 74ª edição em 2018.

— Campos tem uma tradição muito forte com o ciclismo, tanto que há 74 anos acontece a tradicional Prova do Santíssimo Salvador, que foi realizada por Gerardo Maria Ferraiouli, mais conhecido como Patesko, a partir da ideia de seu pai Vicente Ferraiouli. O campista Patesko, ciclista e ex-combatente da Segunda Guerra Mundial, achou a ideia muito boa e, em 1945, organizou a primeira corrida de 6 de agosto e desde então nunca deixou de acontecer e hoje é uma das mais tradicionais do país — contou Thuin.

Thuin ressalta ainda o fomento à economia da cidade. “Poder apoiar um evento deste porte é muito importante para a nova geração, que pouco conhece a história. Outro ponto positivo é que o esporte ajuda a fomentar a economia na cidade, já que reúne atletas de várias cidades”, complementou.