Botafogo x Bahia - Jogo de seis pontos na luta contra o rebaixamento


Diz o dito popular que “time que quer atingir o objetivo precisa vencer confrontos diretos”. Tendo isso em mente, Botafogo e Bahia, que lutam contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, se enfrentam neste sábado, a partir das 16h, no Engenhão, no Rio de Janeiro-RJ, pela 30ª rodada.

As duas equipes estão bem próximas na tabela. O Fogão aparece na 12ª posição, com 35 pontos, enquanto o Tricolor da Boa Terra é 13º, com 34. O Z4, grupo dos que vão disputar a Série B de 2019, é formado por Paraná, virtualmente rebaixado, com 17; Sport, com 27; e Ceará e Chapecoense, com 31.

O FOGÃO
O técnico do Botafogo, Zé Ricardo, não vai poder contar com o zagueiro Joel Carli e o volante Matheus Fernandes, suspensos. Para o sistema defensivo, Marcelo Benevenuto é o favorito. Além disso, o treinador terá o retorno de Jean, que finalmente se recuperou de lesão e deve estar no meio de campo ao lado de Gustavo Bochecha e Rodrigo Lindoso. Ademais, na lateral direita, Marcinho cumpriu suspensão e entra no lugar de Luís Ricardo; na frente, Rodrigo Pimpão e Erik disputam a condição de titular, enquanto Kieza já está confirmado.

“Não tem nada definido. Com certeza a melhor equipe vai ao jogo para gente fazer uma grande partida. Não joguei nenhum dos jogos com o Bahia. É mais uma decisão para mim aqui. Em casa, nenhuma derrota desde que cheguei. Feliz por ver a evolução da equipe e a minha, claro que nem em todos os jogos vou atingir um bom nível”, brincou o atacante Erik.

O TRICOLOR DA BOA TERRA
O técnico Enderson Moreira gostou do que viu no 2 a 0 em cima do Paraná. Com apenas uma vitória nos últimos cinco jogos, o Bahia precisa partir pra cima. Por isso, deve apostar na formação com Ramires e Vinícius, mantendo apenas Gregore como volante de contenção. Na frente, Gilberto fica centralizado, com Elber e Zé Rafael abertos e ajudando defensivamente. 

A formação ganha ainda mais força com o retorno do zagueiro Jackson. Na lateral direita, o treinador ainda tem dúvidas se começa com Bruno ou Nino Paraíba. Do outro lado, pela esquerda, treinou com Paulinho, mas Léo deve começar entre os titulares.

“O Ramires tem capacidade de fazer outras funções, mais que o Vinícius. O Vinícius é um meia clássico, armador, com poder ótimo de finalização, leitura de jogadas. Ramires é um meia mais trabalhador, de ter dinâmica de jogo diferente, que pode jogar como volante, assim como o Vinícius. Mas não é a característica dele. O Ramires, sim, tem essa possibilidade. E o Ramires também pode jogar pelo lado. Ramires, a gente pode ‘brincar’ um pouco mais com ele. O Vinícius a gente sabe que é uma posição mais definida”, afirmou o comandante.

CURIOSIDADES
* O Botafogo acumula três jogos invicto contra o Bahia na Série A (2V 1E), isso depois de perder os cinco anteriores.

* O Botafogo perdeu apenas um dos 14 jogos que disputou em casa no Brasileirão 2018 (6V 7E), o único em que sofreu mais de dois gols, contra o Atlético Mineiro (0-3).

* O Bahia venceu apenas um dos 14 jogos que disputou como visitante no Brasileirão 2018 (4E 9D), no único em que não sofreu gols, contra o Ceará (2-0).

* O Botafogo registra médias de 13.2 finalizações por partida durante o Brasileirão 2018, embora tenha ultrapassado essa quantia em apenas um de seus últimos quatro jogos (18 vs Vasco da Gama).

* O Bahia registrou 67,6% de posse de bola em seu último jogo, seu maior número em todo Brasileirão 2018.

FICHA TÉCNICA
Botafogo-RJ x Bahia-BA
16h00
Nilton Santos - Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Anderson Daronco - RS
Assistentes: Rafael da Silva Alves - RS e Jorge Eduardo Bernardi - RS

Botafogo-RJ
Saulo; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Igor Rabello e Gilson; Jean, Gustavo Bochecha e Rodrigo Lindoso; Luiz Fernando, Kieza e Rodrigo Pimpão.
Técnico: Zé Ricardo

Bahia-BA
Douglas Friedrich; Bruno, Jackson, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Ramires e Vinícius; Elber, Zé Rafael e Gilberto.
Técnico: Enderson Moreira