Caminhada marca o Dia Internacional do Idoso em Campos

Em comemoração ao Dia Internacional do Idoso, celebrado nesta segunda-feira (1), a superintendência de Envelhecimento Saudável (SESA) realizou uma caminhada de Conscientização do Alzheimer com os assistidos, saindo da Casa de Convivência do Tamandaré até ao Jardim do Liceu. Mais de 100 idosos participaram da caminhada, exibindo cartazes com frases do cotidiano de quem sofre com a doença. O evento foi uma parceria do Centro de Doenças de Alzheimer e Parkinson (CDAP) com a Clínica EnvelheSer.

Logo após a caminhada, no Jardim do Liceu, os assistidos da Casa de Convivência do Tamandaré, do Centro Dia e do CDAP participaram do aulão de alongamento, palestra com a médica geriatra Débora Fescina sobre “Prevenção de Quedas” que falou sobre os riscos, fatores e consequências das quedas, além da prevenção e dos cuidados. Além disso, a coordenadora do CDAP, Deborah Casarsa, falou sobre a doença de alzheimer e deu orientações sobre como prevenir a doença que acomete, sobretudo, na terceira idade.
— Em eventos como esse conseguimos disseminar a informação. E tenho uma ótima notícia em 15 dias, o CDAP estará com uma nova sede, na Rua 1º de Maio. Foi um grande presente do prefeito Rafael Diniz, que é tão sensível nessa problemática do alzheimer — destacou Deborah Casarsa. 
Para a assistida da Casa de Convivência do Parque Tamandaré Joana Ferreira Ramos, de 63 anos, além dos atendimentos médicos há dois anos conta que sua rotina mudou depois que conheceu os trabalhos da superintendência. 
— Posso dizer que agora estou vivendo, minha filha até questiona que a maioria do tempo, passo na Casa do Tamandaré, praticamente todos os dias. Sou muito feliz em estar ali, sinto como se estivesse em casa. Participo do coral, teatro e dança. Tenho consciência de que essas atividades me ajudam a prevenir contra a doença que atinge a maioria de nós, idosos — frisou Joana.
A superintendente da SESA, Heloísa Landim, explica que além da programação do mês do Idoso e da caminhada, que são eventos de impacto, outros trabalhos são executados sistematicamente em todas as Casas de Convivência.
— O mais importante de tudo isso é a consolidação de um projeto de governo do prefeito Rafael Diniz para o envelhecimento saudável. Temos o programa 60 + saúde, a oficina da memória, as tardes dançantes, entre outras atividades voltadas à saúde dos idosos de nossas Casas de Convivência e da Colônia de Férias em Farol de São Thomé, através de ações sistemáticas voltadas à atividade física, qualidade de vida e cognição dos idosos — informou Heloísa Landim.