Campos precisa apenas de um empate para subir para Segundona do Rio em 2019


“Para nós, é como se fosse uma Copa do Mundo. Jogamos em casa, vamos para cima deles com um só objetivo: o acesso à Série B1”, disse o técnico Branco.

É com esse espírito que o Campos enfrenta o Queimados neste sábado (20), no segundo jogo decisivo pelas semifinais do Campeonato Estadual da Série B2 (a terceirona do Rio), às 15h, no Estádio Ângelo de Carvalho. Depois de um empate em 0 a 0, na primeira partida, na última quarta-feira (17) em Nova Iguaçu, o Roxinho agora só depende de um empate para alcançar o acesso à segunda divisão.

Branco reconhece as qualidades do Queimados. No primeiro confronto, o adversário teve chances de vencer o jogo, chutou duas bolas na trave e forçou o goleiro Gláucio a praticar defesas importantes na partida. Mas, dentro do seu campo, o Roxinho tem que fazer o dever de casa.

— Não chegamos aqui por acaso. Os resultados foram conquistados com muito trabalho, garra e luta. Com muita luta e merecimento chegamos aqui — disse.

O zagueiro Leandrão também concorda que o resultado no primeiro jogo poderia ser diferente.

— Não era o esperado, mas pela equipe que a gente enfrentou foi um grande resultado. Achei que cada equipe comandou um tempo. Eles o primeiro e nós fomos melhores no segundo. Na soma de tudo achei um bom resultado. Mas jogos decisivos sempre são diferentes. Em casa, vamos ter uma postura diferente e fazer valer o mando de campo com o apoio da nossa torcida — comentou o camisa 3 do Roxinho.

O técnico Branco deve mandar a campo hoje Glaucinho; Jairo, Leandrão, Thurram e Tom; Indio, Jhonathan, Vinicinho e Dioguinho; Bruningo e DG. O árbitro será Daniel de Sousa Macedo. Os assistentes são Ivan Araújo e Ricardo Nogueira.