Campos só empata sem gols com o Nova Cidade e está fora da final do segundo turno

image
O Nova Cidade é finalista do segundo turno da Série B2 do Campeonato Carioca. O time segurou um 0 a 0 com o Campos, na tarde desta quarta-feira (10), no Joaquim de Almeida Flores, e vai jogar contra o Pérolas Negras, no próximo sábado (13), em local que ainda vai ser definido pela FERJ, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. No confronto, Gilsandro, do Campos, chegou a perder um gol em cima da linha, sem goleiro, o que poderia ter dado outro contorno a semifinal.

Ambos os times estão confirmados, contudo, na semifinal geral da competição. O Nova Cidade, melhor colocado geral, enfrenta Maricá ou Pérolas Negras, ainda aguardando a decisão do tribunal sobre o caso, nos jogos do acesso. Já o Campos tem a confirmação do adversário. A equipe pega o Queimados. Ambos os jogos acontecem no dia 17 de outubro, às 17h. O Placar FutRio segue em tempo real a decisão do turno e os confrontos que valem vaga na Segundona.
image
Nova Cidade com mais força no campo ofensivo, mas sem precisão no ataque
Mesmo com a vantagem do empate o Nova Cidade partiu para cima do adversário desde o começo do jogo. Com menos de um minuto Ruan perdeu um gol de dentro da grande área. Depois foi a vez de Ítalo, de cabeça, assustar a meta de Gláucio.

Após correções de posicionamento, o Campos conseguiu conter o ataque adversário e passou a criar. As primeiras chances foram em um lance que Léo, goleiro do Nova Cidade, soltou a bola na pequena área e depois com Tom, em cobrança de falta. As jogadas acabaram sendo isoladas, já que a marcação do Nova Cidade era forte na faixa central.

Os lances de ataque do time da Baixada Fluminense, em grande maioria, eram pelo lado esquerdo. O trio Ítalo - na marcação -, Alan e Ruan, ambos pelo lado esquerdo, eram os destaques do time da Baixada Fluminense. Já na segunda metade do segundo tempo, Léo voltou a aparecer salvando linda cabeça da de Jonathan, nos poucos momentos em que o Roxinho foi para frente.
image
Chuva na reta final do primeiro tempo atrapalha em campo e fora dele
Uma chuva incômoda atingiu a Baixada Fluminense no momento entre o final do primeiro tempo e o início da etapa complementar. O desenvolvimento da partida, no gramado, ficou comprometido. O jogo técnico deu lugar a uma partida mais rápida e pegada. O gramado, em boas condições, conseguiu suportar a água.

Fora dele, os torcedores, sem lugares para se abrigaram, se apertavam nos poucos locais do Joaquim de Almeida Flores que tinha uma cobertura. A situação mais difícil foi da imprensa presente. Duas equipes de rádio e uma de filmagem se apertavam eu uma lona improvisada no setor destinado aos profissionais que faziam a cobertura do encontro.

Pressão do Roxinho, gol perdido sem goleiro e cera do Nova Cidade
O segundo tempo começou da mesma maneira que a etapa inicial. A equipe mandante tinha mais posse de bola e assustou logo no começo. Em duas oportunidades Leandro Sardinha e Diego Armando chegaram na pequena área, mas foram bloqueados antes de finalizar. Diego Armando, depois, ainda colocou uma bola na trave, em uma jogada de contra-ataque. Os lances marcar a virada de protagonismo na partida. 

A partir deste ponto, o Campos passou a ter mais posse de bola. No momento da entrada de DG, pelo lado esquerdo, o time passou a ter um jogador mais incisivo. O atleta buscava a linha de fundo e criou o lance mais claro do jogo. Jogadaça pela ponta canhota, cruzamento preciso e, a outra novidade do segundo tempo, Gilsandro, perdeu um gol inacreditável, sem goleiro, de dentro da pequena área.

O jogo ficou resumido em chuveirinho na área de Léo. O goleiro até errou o tempo de bola em determinados momentos, mas na defesa, a figura de Jonathan Napu foi soberana. O capitão do Nova Cidade foi uma fortaleza e conseguiu ganhar todas no alto. Com uma cera na reta final, o time conseguiu segurar o Campos que não conseguiu arrematar de cabeça, nem com Leandrão no ataque, e a classificação ficou com o time da Baixada Fluminense.

Nova Cidade 0x0 Campos - Série B2, semifinal, segundo turno - 10/10/2018, às 15h

Estádio Joaquim de Almeida Flores (Nilópolis - RJ)
Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior
Assistentes: Renato da Silva e Silva e Renato Xavier

Nova Cidade: Léo; Lucas, Jean, Jonathan Napu e Alan; Gustavo, Ítalo (Allan Silva, 28'/2ºT), Leandro Sardinha e Jonatas (Léo Júnior, 23'/2ºT); Diego Armando (Deivison, 37'/2ºT) e Ruan. Téw1cnico: Júnior Gomes.

Campos: Glaucio; Jairo, Leandrão, Thurran e Tom; Índio, Vinicinho, Jhonathan (Ralph, 31'/2ºT) e Dioguinho (Gilsandro, 27'/2ºT); Bruninho (DG, 24'/2ºT), Gean Moreno e Yuri. Técnico: Branco.

Cartões amarelos: Gustavo (NCI); Gean Moreno e Gilsandro (CAA);