Corinthians x Cruzeiro - No mundo paralelo da Copa do Brasil, Timão pode ser campeão

Resultado de imagem para Corinthians x Cruzeiro
O Corinthians está a quatro pontos da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas esse drama vai ser esquecido por pelo menos 90 minutos nesta quarta-feira. Em duelo marcado para as 21h45, na Arena Corinthians, o Timão decidirá o título da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, na rodada de volta da grande final.

O time cruzeirense está em vantagem porque venceu o primeiro jogo, em Belo Horizonte, por 1 a 0, e joga por um empate. Como gols fora de casa não contam como critério de desempate, os corintianos precisam vencer por um gol de diferença para levar a decisão aos pênaltis e por dois gols ficar com a conquista no tempo normal. A última vez que os dois times se encontraram em Itaquera, o Timão venceu por 2 a 0, com dois gols de Romero.

A necessidade de "virar a chave", rotina em clubes que disputam duas ou mais competições ao mesmo tempo, é mais do que um discurso clichê no Corinthians. É uma realidade. Afinal, a equipe está a um jogo de poder conquistar o título da Copa do Brasil e ao mesmo está ameaçado no Brasileirão, com tem 35 pontos em 29 jogos.

O técnico Jair Ventura admitiu, após a derrota para o Santos, estar preocupado. O fato é que o resultado contra o Cruzeiro será fundamental para a sequência de trabalho do treinador. O título lhe dará um pouco de paz, mesmo com o torcedor assustado com a proximidade da zona de rebaixamento.

MISTÉRIO E APOIO DA FIEL
Com atraso de quase uma hora, o Corinthians realizou nesta terça-feira, na Arena Corinthians, em São Paulo, a última atividade antes da decisão da Copa do Brasil. O trabalho foi acompanhado por cerca de 25 mil torcedores, número bem abaixo do treino aberto realizado na véspera da semifinal contra o Flamengo.

O técnico Jair Ventura manteve o mistério e não deu pistas da escalação que mandará a campo. Na zaga, Léo Santos continua como dúvida por causa de dores na coxa esquerda. Ele participou do aquecimento inicial, mas depois foi poupado do restante da atividade.

Na parte final do treino, Léo Santos se juntou a outros 14 jogadores que treinaram pênaltis. Se ele não jogar, Pedro Henrique formará dupla com Henrique. Estavam presentes também no trabalho de penalidades: Fagner, Danilo Avelar, Henrique, Gabriel, Ralf, Douglas, Pedrinho, Mateus Vital, Jadson, Clayson, Romero, Emerson Sheik e Jonathas.

MAIS MISTÉRIO
O técnico Mano Menezes também manteve o suspense e fechou, nesta terça-feira, o último treino do Cruzeiro antes da finalíssima. A atividade realizada na manhã desta terça foi totalmente fechada à imprensa. Mano sequer deu dicas sobre a escalação. A maior dúvida recai sobre a lateral esquerda. O titular Egídio vai cumprir suspensão por ter levado o terceiro cartão amarelo.

O técnico tem duas opções para a posição: Marcelo Hermes, lateral de ofício, e o volante Lucas Romero, que atuaria improvisado no setor. Apesar da improvisação, Romero é o favorito a ocupar a vaga na lateral por já ter feito isso durante boa parte da temporada passada, em razão de problemas físicos do titular.

Outra dúvida recai sobre o meia Arrascaeta. Ele está integrado à seleção uruguaia desde o dia 6 deste mês para a disputa de dois amistosos nas datas Fifa dos últimos dias. Ele não foi utilizado pelo técnico Oscar Tabárez na derrota para a Coreia do Sul, na sexta-feira, e jogou apenas os primeiros 45 minutos no revés para o Japão, nesta terça.

FICHA TÉCNICA
Corinthians-SP x Cruzeiro-MG

21h45
Arena Corinthians - São Paulo (SP)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes - RJ
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa - RJ e Bruno Boschilia - RJ

Corinthians-SP
Cássio; Fagner, Léo Santos (Pedro Henrique), Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Douglas e Jadson; 
Pedrinho (Clayson), Romero e Mateus Vital (Jonathas)
Técnico: Jair Ventura

Cruzeiro-MG
Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Lucas Romero (Marcelo Hermes); Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Thiago Neves e Rafinha; Barcos.
Técnico: Mano Menezes