Fluminense vence no Engenhão em retorno de Levir Culpi ao Atlético-MG

Em um jogo bastante movimentado, o Fluminense venceu o Atlético-MG por 1 a 0, neste domingo (21), pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida marcou o retorno de Levir Culpi ao time mineiro após a saída de Thiago Larghi, na última quarta-feira.

O gol da vitória do Flu foi anotado por Luciano, aos 17 minutos do segundo tempo. Antes disso, o Galo desperdiçou um pênalti com Fábio Santos.
Com o resultado, o Fluminense sobe para 40 pontos e se mantém na nona colocação. O Atlético também segue na mesma posição, sexto, com 46 pontos.
Na próxima rodada, o Fluminense visita o Santos, sábado (27), na Vila Belmiro. Antes disso, o Tricolor enfrenta o Nacional, do Uruguai, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Já o Atlético-MG volta a campo na próxima segunda-feira (29) diante do Ceará.

O melhor: Luciano
Luciano teve tarde de herói ao anotar o gol da vitória do Fluminense no Engenhão. Além do lance decisivo, o atacante já havia criado chances de perigo ao gol de Victor no decorrer do confronto. O jogador, inclusive, teve sangue frio na jogada que culminou no gol do time carioca.
O pior: Fábio Santos e Luan
Dois jogadores tiveram participação decisiva no resultado negativo do Atlético-MG neste domingo. O lateral-esquerdo Fábio Santos desperdiçou um pênalti no momento em que a partida ainda estava empatada, enquanto um erro de passe de Luan no meio de campo foi responsável por armar o contra-ataque do Fluminense no lance do gol.
Equipes criam, mas primeiro tempo termina sem gol
Em um primeiro tempo bastante equilibrado, as equipes criaram, mas não conseguiram abrir o placar. Depois de muita disputa nos minutos iniciais, as oportunidades de gol começaram a aparecer. Com mais iniciativa, o Fluminense apostou nos chutes de fora de área e teve a sua melhor chance aos 41 minutos, quando Luciano arriscou de longe e obrigou Victor a fazer grande defesa. Pouco antes, o Tricolor havia balançado a rede, mas a arbitragem assinalou corretamente o impedimento de Everaldo no lance.

Pelo lado do Atlético-MG, a grande chance saiu dos pés de Ricardo Oliveira, aos 42 minutos. Após cruzamento de Fábio Santos da esquerda, o centroavante antecipou a marcação e finalizou de primeira. A bola passou com perigo à direita do gol de Júlio César.
Na trave! Fábio Santos desperdiça pênalti
O segundo tempo começou com uma grande oportunidade para o Atlético-MG abrir o placar. Após a arbitragem marcar pênalti de Júlio César em cima de Chará, Fábio Santos foi para a cobrança e parou na trave. O próprio jogador completou para a rede no rebote, mas o gol foi anulado, já que o lance caracteriza infração por dois toques. Este foi primeiro pênalti desperdiçado pelo lateral com a camisa do Galo. Antes disso, ele havia cobrado oito penalidades e convertido todas.
Luan vacila e Flu abre o placar em boa troca de passes
O Fluminense chegou ao gol justamente no momento em que a equipe se via mais pressionada pelo adversário. Após Luan errar passe no meio de campo, o ataque do time carioca trabalhou bem a bola até balançar a rede aos 17 minutos do segundo tempo. Luciano tocou dentro da área para Everaldo, viu o companheiro driblar o companheiro e recebeu de volta para completar com frieza para a rede.
Flu tem jogador expulso por cotovelada
No momento em que a vitória do Fluminense parecia se encaminhar com certa tranquilidade, o time carioca contou com um problema. O atacante Matheus Alessandro, que havia entrado na vaga de Everaldo, foi expulso após atingir Iago Maidana com uma cotovelada em disputa pelo alto. O jogador recebeu o cartão vermelho direto.
Marcelo Oliveira quebra "tabu" contra Levir
Além da vitória neste domingo, Marcelo Oliveira quebrou um tabu pessoal em confrontos contra Levir Culpi. Foi a primeira vez em 12 jogos que o técnico do Fluminense saiu vencedor em um duelo contra o "rival". Antes disso, foram sete derrotas e quatro empates. Curiosamente, os dois trabalharam juntos em 2006, no Atlético-MG.