Macaé estreia com derrotas no Estadual de Basquete Sobre Rodas

A imagem pode conter: 4 pessoas
Um dos projetos mais importantes do Macaé Basquete, o Basquete sobre Rodas é a maior prova de que o esporte tem o poder de transformação e inclusão social. Neste sábado (13/10), a equipe da Capital do Petróleo estreou no Campeonato Estadual de Basquete Sobre Rodas contra a Associação Niteroiense de Deficientes Físicos (ANDEF) e perdeu por 49x31.

Também no sábado o Macaé perdeu para o Fluminense por 52x41.
A primeira etapa foi em casa, no Ginásio do Juquinha. Além do Macaé, participam também os times da ONG Sem Fronteiras (Campos dos Goytacazes), a Associação Niteroiense de Deficientes Físicos (ANDEF), a ACADEF/Fluminense e a ACANDEF (ambas do Rio de Janeiro).
O Estadual Sobre Rodas acontece no formato de etapas e, em cada uma delas, as equipes fazem, pelo menos, dois jogos. A classificação se dá através de pontos corridos. O Macaé Basquete vai enfrentar a ANDEF, de Niterói, em seu primeiro jogo e a ACADEF/Fluminense, do Rio, no segundo. “A equipe do Macaé Basquete está bem preparada e vamos buscar a primeira colocação na tabela do Estadual a partir dessa etapa em casa. Treinamos forte esse ano, com o objetivo de buscar os títulos que disputássemos. E com a torcida nos apoiando, ganhamos ainda mais forças para buscar essa meta”, disse o técnico do Macaé Basquete Sobre Rodas, Cláudio Mussi.
A imagem pode conter: 14 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas praticando esportes e campo de beisebol
Treinando o ano inteiro, especialmente por conta da Copa Centro-Oeste/Sul/Sudeste (ainda sem previsão de realização por parte da Confederação Brasileira de Basquetebol em Cadeira de Rodas – CBBC), a equipe comemora a instituição de um calendário estadual para a modalidade: “A Federação do Rio ficou por muito tempo parada, então os times do Rio só disputavam competições nacionais, torneios e amistosos, faltando um intercâmbio maior com as demais equipes. Agora as expectativas são muito boas, especialmente para 2019, onde o planejamento é para um calendário durante todo ano”, comemora o armador do Macaé Basquete, João Barcelos.

Sobre a etapa desse sábado, o jogador disse que, apesar dos fortes adversários, o Macaé Basquete vem se preparando bem. “O time vem se preparando há um tempo, está ajustado. E estamos muito empolgados com a mescla de experiência e juventude. Nosso time é praticamente formado por atletas de Macaé, o que nos dá uma excelente projeção para o futuro. Já tivemos dois garotos que saíram daqui para grandes times e alguns deles têm, inclusive a perspectiva de disputar as Olimpíadas em Tóquio-2020”, complementa João.