Macaense é destaque no Gracie Pro 2018

Um dos grandes nomes do esporte macaense, o atleta Isaac Guimarães conquistou mais uma vitória importante, dessa vez no Gracie Pro 2018, evento realizado nos últimos dias 29 e 30 de setembro, no Maracanãzinho, na capital fluminense.

Por se tratar de uma das maiores competições de jiu-jítsu da América Latina, o nível de dificuldade é alto para os competidores, já que reúne os maiores nomes do país e do mundo.

Isaac, que é faixa-preta, tem se destacado nas competições que tem participado e conquistado ótimos resultados. No Gracie pro, o macaense realizou três lutas de alto nível.

No final, ele fez uma breve análise do seu desempenho. “Na primeira, finalizei com uma chave de braço. Já na segunda, venci de 29 a 0. A terceira finalizei com uma chave de pé”, explica.

O Gracie Pro tem como idealizadora a Kyra Gracie, lutadora brasileira pentacampeã mundial de jiu-jítsu, tricampeã do ADCC e integrante da família Gracie. “Para mim é um ótimo resultado conquistado no evento tão importante para o jiu-jítsu como o Gracie Pro”, ressalta Isaac.

O atleta faz parte da equipe Gracie Humaitá Macaé-RJ e segue na busca por patrocínios. “Meu sonho é crescer e me desenvolver cada vez mais dentro do esporte e ainda tenho muitas competições até o final deste ano”, comenta.

Para quem tiver interesse em ajudar, basta entrar em contato com ele através do telefone: (22) 99799-9296 ou por e-mail: is44c@hotmail.com.

O atleta acumula vários títulos, entre eles, o de campeão estadual da FJJRIO, bicampeão sulamericano da CBJJO, campeão mundial e brasileiro faixa-preta da CBJJO em 2017, campeão faixa-preta/peso pena da Rio International IBJJF 2018 e campeão Rio Open International IBJJF 2018 No GI.

“Pratico o jiu-jítsu há mais de 11 anos, mas estou na faixa-preta somente há dois anos. Sempre luto com adversários com mais de seis anos na categoria, que identificamos pelos graus na faixa. Deixo meus agradecimentos sempre a Deus, aos meus professores Cesar Maillet e Marvel Maillet, minha família e amigos”, enfatiza.

Comentários