Problema familiar pesou na escolha de Zaluar para acertar com o Macaé

O acordo que bateu na trave em 2016, já está selado para a próxima temporada. Depois de acertar com o Macaé para comandar a equipe há dois anos, Luiz Antônio Zaluar acabou não assumindo o clube, pois recebeu uma excelente proposta financeira do Al-Khaimah (EAU). Quase três anos depois, ele vai comandar o Alvianil Praiano, clube que está retornando depois de 12 anos. Porém, uma preocupação familiar pesou para o treinador acertar com o Leão do Norte Fluminense. Com o pai adoecido, Zaluar optou por ficar no futebol Carioca, mesmo tendo outras propostas.

- Em 2016, eu cheguei a acertar tudo com o presidente Mirinho, mas surgiu a proposta dos Emirados Árabes e fiquei dois anos fora do país. Ano passado, chegamos a conversar, mas acertei com o Juazeirense (BA). Eu cheguei a receber uma proposta de outro clube da Bahia, mas achei que era o momento de voltar ao Rio, estou longe do estado há algum tempo. E meu pai está adoecido, já tem certa idade, e preferi ficar por aqui, já que gostei muito do projeto do clube. Minha motivação é grande e estou muito feliz em retornar ao Macaé depois de 12 anos - explicou o novo comandante do Macaé.

Luiz Antônio Zaluar destacou que a Seletiva será muito complicada, admitiu que o Macaé sai um pouco em desvantagem, pois os outros clubes já tem uma base montada, mas acredita que o período de dois meses de treinamentos irá deixar o Alvianil Praiano em uma boa condição para enfrentar os adversários.

- Acho que a Seletiva será muito dura, até porque são seis times de muita tradição no Campeonato Carioca. America e Americano estão chegando, o Goytacaz é um time de torcida e os outros três já jogam a primeira divisão há muito tempo. Acho que será a Seletiva mais complicada até aqui. Acho que o Macaé terá dificuldades, pois alguns clubes já tem uma base dos últimos anos. Mas como vamos começar as atividades dois meses antes da competição e com os jogadores que estamos negociando, tenho convicção que faremos um time forte. Até por o clube não jogar desde a Copa Rio, optamos por começar a preparação dois meses antes do início da competição. Acho que vamos ter um bom rendimento. Cada jogo será uma decisão - destacou.

O Macaé iniciará os treinamentos para o Campeonato Carioca no próximo dia 22. A estreia na Seletiva será em 22 de dezembro, fora de casa, contra o Resende.

Fonte: FutRio