STJD nega pedidos por paralisação e Série B2 do Carioca segue adiante

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) negou os pedidos de liminares acionados por Maricá e Pérolas Negras, que solicitavam nova paralisação na Série B2 do Campeonato Carioca. Os clubes pediam outra pausa no certame até que o caso envolvendo a escalação irregular do atacante Felipe Zuca, da equipe maricaense, fosse julgado em última instância.

A decisão assinada pelo auditor presidente da entidade, Paulo César Salomão Filho, atesta que nenhuma das agremiações conseguiu, em seus respectivos pedidos de paralisação, comprovar a real necessidade de interrupção na Terceirona Estadual. Além disso, foi ressaltado o prejuízo que um novo hiato poderia trazer para a disputa esportiva.

Sendo assim, a Série B2 segue adiante normalmente. Ainda não há data estabelecida para o julgamento no STJD envolvendo o Maricá. Em instância anterior, no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), o clube do Leste Fluminense foi punido com a perda de seis pontos por conta da utilização do atacante Felipe Zuca na partida contra o Barra Mansa.

Após a decisão do TJD-RJ, dois recursos entraram em ação. O Maricá busca a absolvição, enquanto o Pérolas Negras solicita que o clube adversário seja penalizado pelos 15 jogos em que Felipe Zuca atuou na Série B2 do Campeonato Carioca.

As semifinais de segundo turno na Terceirona Estadual aconetecem nesta quarta-feira (10). O 

Fonte: FutRio