Substituído por lesão, Admilton comenta revolta na saída do gramado na final

Substituído ainda no primeiro tempo, o zagueiro Admilton esbravejou bastante na saída do gramado. Isso porque o defensor ficou quatro partidas sem atuar por conta de uma lesão no tornozelo, tendo voltado a atuar na partida de ida da decisão da Copa Rio. Com a nova lesão, dessa vez na coxa, o jogador deixou claro que seu momento de fúria foi com ele mesmo, e não com o técnico Josué Teixeira.

- Não foi com o Josué. Foi comigo mesmo. Eu estava voltando de uma lesão, mas infelizmente tive outra na posterior. Eu pedi para ele esperar um pouco, que eu estava com o sangue quente e ia ver se dava para voltar. Mas infelizmente não deu. Eu fiquei feliz, estou bem e o mais importante foi que a gente conquistou esse título juntos.

Destaque individual em outras equipes do Rio de Janeiro, Admilton finalmente conseguiu uma conquista coletiva. O zagueiro e capitão do Americano demonstrou grande felicidade por estar na história do clube e parabenizou seus companheiros pelo título conquistado.

- Eu fico feliz. Divido com meus companheiros e comissão técnica por estar na história de um grande clube. Tenho que parabenizar essa rapaziada. Nós fomos guerreiros, passamos por muitas dificuldades juntos. Nada mais merecido do que esse título aqui para coroar essa campanha que estávamos fazendo.

Admilton não confirmou se continua no Americano para a próxima temporada. O defensor deixou claro que tem propostas para sair, mas vai esperar pelo técnico Josué Teixeira para conversar.

- Temos que ver. Tenho algumas propostas, mas quem me trouxe para cá foi o professor Josué.  Vou conversar com ele para a gente ver o que vamos fazer.

Fonte: FutRio