Trajano de Morais e Santa Maria Madalena juntas no Campeonato Estadual de Rally de Regularidade

Está chegando um momento singular no campeonato de regularidade do Rio de Janeiro e ele já tem hora, locais marcados: Trajano de Moraes e Santa Maria Madalena – cidades que compõe o bucólico cenário na Região Serrana. O evento pretende definir o campeonato quase que de maneira irreversível. E atenção, o negócio parece que vai pegar tanto que até curso de navegação terá. O evento será entre 2 e 4 de novembro.

De acordo com o secretário municipal de Turismo, Indústria e Comércio, Tiago Pecly, o município de Trajano de Moraes, por exemplo, é privilegiado, pois além das montanhas, estradas com acessos íngremes, o local é perfeito para a prática de esportes radicais. “Temos também a Zona Rural que serve para trilhas e esportes radicais. Nosso povo é hospitaleiro e gosta de eventos desta natureza”, comentou Tiago Pecly.
No Rally da Inclusão todos são vitoriosos, desde que completem o percurso. “O prefeito Rodrigo Viana e o vice Jorginho Diniz, são gestores que gostam de incentivar e apostar o esporte num todo. Essa parceria entre nosso município e a cidade vizinha de Santa Maria Madalena, fomenta de forma clara e objetiva o turismo no local. Tenho certeza que será mais um evento de grande sucesso, visto que os envolvidos são muito organizados”, disse o secretário.

O site Diários de Judith (www.diariosdejudith.com.br), esta recheado de informações sobre o evento. Segundo informações publicadas na edição on-line, o evento é “instantâneo” e a pontuação, não se pode prever o que irá rolar nas etapas seguintes, porém, demonstra o quanto importante serão as 4º e 5º etapas do campeonato.

E com isso chegamos novamente ao ponto! Um campeonato inteiro convergindo nas cidades de Santa Maria Madalena e Trajano de Morais em uma rodada dupla, dois dias, totalizando quatro provas e um absurdo de possibilidades. Eduardo da Hora parece não se conter quanto ao objetivo de trazer ao Carioca de Regularidade um portfólio infindável de desafios, muito além do que a simples navegação, mas uma experiência completa que envolve inclusive logística e disponibilidade para competir.
Do centro do Rio de Janeiro até Santa Maria Madalena são aproximadamente 260 quilômetros com uma previsão de 3 horas e 40 minutos. A largada será em Maria Madalena e a chegada na cidade vizinha Trajano de Morais que fica a 30 quilômetros de distância, sendo que no domingo as coisas se invertem entre largada e chegada, partida em Trajano e chegada em Maria Madalena.

O traçado é desconhecido, como todas as provas, mas notícias do front indicam uma prova “curta” com o objetivo de liberar os competidores para conhecer as cidades porem com um traçado que requer cuidado e atenção como em qualquer prova de regularidade, apesar de ser rico em belezas naturais.