Com objetivos opostos, Vasco recebe o Atlético-PR em São Januário

Resultado de imagem para VASCO x ATLÉTICO-PR
O Vasco recebe o Atlético-PR nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), em confronto válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Cruz-Maltino vem de uma derrota sofrida para o Grêmio no Rio Grande do Sul, pois levou o segundo gol no revés por 2 a 1 aos 50 minutos do segundo tempo. O resultado o manteve com 38 pontos, flertando com a zona de rebaixamento.

O Atlético, por sua vez, derrotou o Cruzeiro em casa por 2 a 0 no sábado passado, chegou aos 46 pontos e entrou de vez na briga para ingressar no G6, a zona de classificação para a Copa Libertadores. O Furacão, que é semifinalista da Copa Sul-Americana, vem tendo um excelente fim de ano e isso preocupa os vascaínos.

“É um jogo muito perigoso por que o adversário vem em uma crescente nesta reta final de temporada e sabemos que eles vão exigir demais de nós. Por viverem um melhor momento vão querer jogar no nosso erro e não podemos dar espaços”, alertou o meia Thiago Galhardo.

Realmente os comandados de Tiago Nunes, treinador do Atlético-PR, pretendem tirar proveito da situação dos vascaínos.

“Nós já passamos por momentos complicados como o do Vasco e sabemos que eles vão se unir e se mobilizar em relação ao jogo para poderem ganhar em casa. Temos que ter tranquilidade, valorizar a posse de bola e jogar com inteligência”, disse o meia Raphael Veiga.

O jogo é tratado como tão complicado pelo anfitrião, que o técnico Alberto Valentim entende que apenas com a união do time com a torcida será possível ganhar.

“Vai ser um jogo em que temos que nos unir muito pois vai ser complicado. Temos desfalques e vamos jogar em casa com a responsabilidade de ganhar. A união com a torcida é muito importante em momento como estes e tenho certeza de que eles vão nos apoiar”, disse Valentim.

A equipe vascaína realmente tem desfalques importantes. O goleiro Martín Silva, que falhou no segundo gol do Grêmio, o lateral-direito Yago Pikachu, que vem atuando de forma improvisada no meio de campo, e o zagueiro Ricardo foram advertidos com o terceiro cartão amarelo, terão que cumprir suspensão e não pegam o Furacão. A vaga do goleiro, que vai se apresentar à seleção uruguaia para a disputa de amistosos internacionais e só retorna na penúltima rodada, contra o Palmeiras, ficará com o experiente Fernando Miguel. Na zaga, Ricardo já sairia do time, pois substituiu Leandro Castán contra o Grêmio, que retorna de suspensão.

A principal preocupação está mesmo na vaga de Pikachu, que não tem um substituto com características semelhantes. Giovanni Augusto, Kelvin e Rildo, que disputam a vaga, tornariam a equipe mais ofensiva, um risco diante dos atleticanos, especialistas em contra-ataques. Porém, é pouco provável que o treinador faça a opção por um terceiro volante, já que o Cruzmaltino só pode pensar na vitória em casa. Se optar por um volante, Raul jogará no posto. Com um corte no pé direito, Maxi López pode ceder a vaga no ataque para o também argentino Andrés Ríos.

O Furacão também tem problemas. O lateral-direito Jonathan, se recuperando de um desconforto muscular na coxa esquerda, é dúvida e será reavaliado. Diego Ferreira pode assumir a vaga se o titular for vetado. O zagueiro Paulo André, com lesão no pé direito, e o meia Guilherme, que sofre com dores por conta de um pisão no pé direito, permanecem de fora. O volante Lucho González, recuperado de lesão na região das costas, pode ser relacionado e até atuar na vaga de Wellington.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro, as duas equipes se enfrentaram na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), e naquela ocasião o Atlético conquistou um triunfo por 1 a 0. Raphael Veiga fez o único gol do confronto.

FICHA TÉCNICA
VASCO-RJ x ATLÉTICO-PR

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 14 de novembro de 2018, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)

VASCO: Fernando Miguel; Luiz Gustavo, Leandro Castán, Oswaldo Henríquez e Ramon; Andrey, Willian Maranhão, Giovanni Augusto (Kelvin ou Raul) e Thiago Galhardo; Marrony e Maxi López
TÉCNICO: Alberto Valentim

ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan (Diego Ferreira), Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Wellington (Lucho González), Raphael Veiga; Marcelo Cirino, Nikão e Pablo
TÉCNICO: Tiago Nunes