Corinthians vence Vasco em duelo dos desesperados e se afasta da degola

O Corinthians deu importante passo para se manter na elite do futebol brasileiro neste sábado ao vencer o Vasco por 1 a 0. A partida em Itaquera valia muito na luta contra o rebaixamento e a tensão era nítida entre os jogadores. Coube a Matheus Vital, revelado em São Januário, fazer o gol da vitória.

O resultado é fundamental para o Corinthians, que chega aos 43 pontos, sobe para a 12ª posição e está praticamente livre do risco de rebaixamento. O time volta a campo na quarta-feira, quando visita o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

O Vasco, por sua vez, se vê em situação cada vez mais complicada. O time soma apenas 39 pontos e ocupa a 14ª colocação, dois a mais que a Chapecoense, primeiro time na zona de rebaixamento, que joga contra o Grêmio neste domingo (20). O Cruzmaltino encara o São Paulo, na quinta, em São Januário.
Corinthians tenta pressão inicial
O Corinthians iniciou o jogo bastante pressionado pela torcida e tentou fazer pressão no Vasco nos primeiros minutos. O problema é que o time não mostrava criatividade suficiente para chegar ao gol de Fernando Miguel. Prova disso é que a melhor chance ocorreu oriunda de um lateral. Na sequência, Thiaguinho não conseguiu fazer bom chute.

Melhor chance vem pelos lados
Quando conseguiu colocar a bola no chão e trabalhar as jogadas, o Corinthians quase chegou a o gol. Matheus Vital recebeu na entrada da área e esperou passagem de Danilo Avelar. O lateral foi até a linha de fundo e buscou Danilo no meio da área, mas viu Fernando Miguel intervir e evitar o gol.

Valentim é expulso e reclama da arbitragem
O técnico Alberto Valentim foi expulso momentos antes do fim do primeiro tempo. O treinador gesticulava com movimentos bruscos pedindo o término da etapa, quando foi excluído pelo árbitro. Após o apito final, ele se descontrolou e reclamou bastante de Wilton Pereira Sampaio. "Que culpa ele tem se foi escanteio? Eu estou falando com meus jogadores, joguei o copo porque teve escanteio. Ele tem bronca de mim porque marcou um pênalti contra o São Paulo quando eu ainda estava no Botafogo. É por isso que ele me expulsou", disse à emissora Premiere antes de se dirigir ao vestiário.
Lei do ex! Matheus Vital abre placar
A tão famosa lei do ex entrou em ação neste sábado. Negociado pelo Vasco com o Corinthians no fim do ano passado, Matheus Vital abriu o placar para os paulistas. Ele aproveitou cruzamento de Fagner, antecipou-se à marcação de Raúl e cabeceou firme, sem chances para Fernando Miguel. Na comemoração, o meia juntou as duas mãos e pediu desculpas à torcida cruzmaltina apesar do importantíssimo gol corintiano na luta contra o rebaixamento.

Vasco tenta reação
Após sofrer o gol, o Vasco se viu em situação ainda mais delicada. A única solução era partir para cima e buscar o empate. O problema é que na ausência de Maxi López a criação de jogadas fica muito mais difícil. Nesse cenário, a jogada de bola aérea era uma interessante alternativa. Ríos cabeceou para dentro da área e Kelvin desviou para o gol. Atento, Cássio fez a defesa.
Castán quase empata de cabeça
O Vasco cresceu na partida e por muito pouco não chegou ao empate com Leandro Castán. Em cobrança de escanteio, o zagueiro subiu mais que todo mundo e cabeceou firme para o gol. Cássio apenas olhou, mas viu a bola sair por cima da meta. Silêncio em Itaquera.

Roger perde chance de matar jogo
A pressão era do Vasco, mas o Corinthians foi quem teve a chance mais clara de marcar. Roger recebeu livre dentro da área e finalizou. Fernando Miguel fez grande defesa e impediu o gol. O problema é que o jogador não tocou bola no meio, onde Jadson aparecia livre.
Vasco reclama de pênalti
No fim do jogo, o Vasco reclamou bastante de um suposto pênalti não marcado. Marrony fechava na grande área para completar cruzamento da esquerda. No momento da finalização, ele foi puxado por Danilo Avelar. A arbitragem, no entanto, mandou o lance seguir.

Henríquez acerta travessão
Já nos acréscimos, o Vasco quase arrancou o empate. Henríquez deu uma de atacante e recebeu bola na entrada da área. O zagueiro bateu com categoria e acertou o travessão de Cássio. Vitória do Corinthians foi suada e bastante comemorada no fim do jogo.
CORINTHIANS 1 x 0 VASCO

Data e hora: 17/11/2018, às 19h (horário de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wilton Pereria Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelo: Fernando Miguel e Leandro Castán (VAS) Jadson e Fagner (COR)
Gols: Matheus Vital, aos 4min do segundo tempo

Corinthians
Cassio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Thiaguinho (Araos); Pedrinho, Jadson e Matheus Vital (Clayson); Danilo (Roger)
Técnico: Jair Ventura

Vasco
Fernando Miguel; Raúl (Caio Monteiro), Leandro Castán, Henriquez e Henrique; Desábato, Andrey (Dudu), Thiago Galhardo, Pikachu e Kelvin (Marrony); Andrés Rios
Técnico: Alberto Valentim