Dourado marca, César defende pênalti, e Fla bate Santos no Maracanã

O Flamengo ainda respira por aparelhos na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira (15), o Rubro-negro sofreu no Maracanã, mas venceu o Santos por 1 a 0 e manteve a remota chance de conquista. O gol do alívio foi marcado por Henrique Dourado, artilheiro do time na temporada. O goleiro César ainda defendeu um pênalti cobrado por Gabigol nos últimos minutos para garantir o triunfo. O auxiliar atrás da baliza assinalou a penalidade após Léo Duarte tocar o atacante santista na área. 

Os cariocas chegaram aos 63 pontos e estão a sete do líder Palmeiras (70). Restam quatro rodadas para o encerramento do Brasileirão. Para conquistar o título, o Flamengo precisa vencer os seus jogos e torcer por tropeços seguidos do Alviverde, além do também concorrente Internacional.

Já o Santos teve um resultado ruim no objetivo de alcançar uma vaga na Copa Libertadores. O Alvinegro segue com 46 pontos e está na 9ª posição, três pontos atrás do G-6.

Os times voltam a campo no domingo (18), às 17h (de Brasília). O Flamengo visita o Sport, na Ilha do Retiro. O Santos enfrenta o América-MG, no Independência.

Torcida do Fla protesta desde o início e persegue Romulo
Insatisfeita com os resultados da temporada, a torcida do Flamengo protestou contra o time antes mesmo de a bola rolar. Os gritos de "time sem vergonha" ecoaram no Maracanã, que viu o volante Romulo ser perseguido de perto pelos torcedores desde o primeiro minuto. O jogador foi contratado no ano passado, mas jamais entregou o que se esperava. Ele foi substituído no segundo tempo debaixo de vaias.

Maracanã mais uma vez apresenta gramado ruim
Areia, tinta, buracos. O gramado do Maracanã mais uma vez se apresentou da pior forma em um jogo importante. A cada lance os defeitos do campo de jogo apareciam. Neste chute de Pará (veja abaixo), diversas falhas podem ser observadas.

Fla tem posse de bola, mas sofre para encontrar gol
Com muito calor no Maracanã, o Flamengo manteve a característica de posse de bola (superior a 60%) e dominou o Santos na primeira etapa. Os visitantes tinham dificuldades para chegar ao gol de César. Por sua vez, o Rubro-negro esbarrou no último passe e sofreu para criar uma oportunidade concreta para abrir o placar. O final dos primeiros 45 minutos foi de vaias da torcida rubro-negra.

Santos melhora no segundo tempo e quase marca com Rodrygo
O panorama do primeiro tempo mudou na etapa final. O Santos saiu mais ao ataque e ameaçou o Flamengo com Bruno Henrique, logo no primeiro minuto. César defendeu. Aos 16min foi a vez de Rodrygo enfileirar adversários e bater para mais uma defesa do goleiro rubro-negro. O jogo ficou aberto.

Gabigol perde gol feito na pequena área
Logo na sequência, César fez mais uma importante intervenção para o Flamengo. Desta vez, porém, Gabigol deu sua contribuição. Aos 20min, ele recebeu ótimo passe de Pituca, mas finalizou em cima do goleiro rubro-negro dentro da pequena área.
Dourado responde em bela jogada e encaminha vitória
Quando o Santos mais ameaçava, o Flamengo conseguiu o gol da vitória em uma bela jogada com toques de primeira. Aos 27min, Diego lançou Berrío, que tocou para o meio da área. Também de primeira, Henrique Dourado, que substituiu o lesionado Uribe, estufou as redes para a festa da torcida rubro-negra no aniversário de 123 anos do clube. 

César defende pênalti nos minutos finais e garante triunfo
O gol marcado por Dourado encaminhou, mas foi o goleiro César o responsável garantiu o triunfo. Aos 40min, o zagueiro Léo Duarte errou e perdeu a bola. Ele tocou Gabigol na área. O árbitro mandaria o jogo seguir, mas foi alertado pelo auxiliar atrás da baliza. Pênalti assinalado para desespero dos jogadores do Flamengo. Artilheiro do Brasileirão, o atacante bateu, mas o goleiro defendeu e garantiu o importante resultado.

FLAMENGO 1 X 0 SANTOS

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Auxiliares: Luciano Roggenbaum (PR) e Luiz Souza Santos Renesto (PR)
Público pagante: 43.547
Público presente: 46.067
Renda: R$ 1.136.024,00
Cartões amarelos: Rodinei, Pará e Diego (Flamengo); Yuri, Gabigol, Alison e Jean Mota (Santos)
Gol: Henrique Dourado, aos 27min do segundo tempo

Flamengo
César; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Pará; Cuéllar, Romulo (Jean Lucas), Diego, Everton Ribeiro e Vitinho (Berrío); Uribe (Henrique Dourado)
Técnico: Dorival Júnior

Santos
Vanderlei; Victor Ferraz, Alison (Eduardo Sasha), Gustavo Henrique e Dodô (Renato); Yuri, Diego Pituca e Arthur Gomes (Jean Mota); Rodrygo, Bruno Henrique e Gabigol
Técnico: Cuca