Esportes radicais: incremento para Lagoa de Cima em 2019

Que Campos possui um território rico em belezas naturais e potencialidades para os esportes radicais e o ecoturismo, se sabe. E o último fim de semana pode ter sido um divisor de águas para o incremento de um conjunto de ações, em Lagoa de Cima, durante o II Slake Adventure, que levou centenas de atletas ao balneário para competições corrida cross country, frescobol, natação, stand up paddle e passeio de bicicleta, divididas entre sábado (10/11) e domingo (11/11).

— Contamos com a presença do presidente da Fundação Municipal de Esportes, Raphael de Thuin, que ficou muito entusiasmado, falando inclusive na intenção de investir no ecoturismo naquele local, em parcerias com o Iate Clube Lagoa de Cima. O passeio ciclístico, com todo aquele visual, foi a coisa mais bonita do mundo, com a volta em torno da Lagoa, num percurso de 37 km. 
No geral, o evento contou com mais de 500 atletas que participaram do evento em cinco modalidades, incluindo pessoas de outros estados e municípios que vieram participar das competições de frescobol — disse o organizador do evento, Daniel Leça.
Já o ex-nadador Felipe Brandão, coordenador de Natação da Fundação Municipal de Esportes, destacou o desempenho dos nadadores na competição realizada no domingo.

— Foi bastante gratificante, fiquei bastante surpreso. Quando você vê um garoto de 13 anos como o Cauet Rocha chegar em primeiro em 100 metros; o outro de 9 anos, caso do Nicolas Souza, ficar em quarto em 500 metros, a gente vê que as coisas estão acontecendo em Campos. E outras coisas positivas virão no esporte — disse Felipe.

Entre outras coisas positivas, aponta Felipe Brandão, está a realização do Campeonato Campista de Natação, ainda a partir deste ano, segundo anuncia a Fundação Municipal dos Esportes.
— E para o próximo ano vamos ter um Campeonato Campista com quatro etapas. Portanto, teremos competição o ano inteiro para que tenhamos um ranking somente com atletas de Campos e índices para o Campeonato Estadual e o Brasileiro — disse ainda Felipe Brandão.

As provas de natação de 500 e 1000 metros para adultos e 100 metros para crianças. Às 10h, a prova de stand up paddle.

CORRIDA CROSS - Na corrida, Ruan G. Santos (Animus) chegou em primeiro na classificação geral; em segundo, Nilo Lima Araujo (Fera); em terceiro, Marcelo Gomes (Primus); e em quarto, Hericson Barbosa (Corporate); em quinto ficou Mateus Andrade (Amigos Corredores).

NATAÇÃO - Nas provas de natação, categoria feminino, nos 500m, em primeiro chegou Lilliany de Souza Cordeiro (tempo de 10.52); em segundo, Maytê Godoi/Melissa Leça (18.36). Nos 1000m, Andrezza Soares em primeiro (tempo de 16.30) e Renata Portelli (24.0).
Nos 100m masculino, destaque para Cauet Rocha (tempo de 12.09); em segundo, Daniel Souza Oliveira (12.33); em terceiro, Matheus S. Monteiro (12.42); em quarto, Schedt Arantes Paganoto (12.42); em quinto, Cristiano Abreu Barbosa (13.22) e em sexto, Marcus Paes (13.37); em sétimo, Felipe Herique Ioris 914.30); em oitavo, Raphael Nunes (14.40); em nono, Vítor Noronha Leite (15.14) e em décimo, Roberto Amaral Manhães (915.23).
Nos 500m masculino, em primeiro ficou Gabriel Barbosa (8.340); em segundo, Natan Alejandro (8.35); em terceiro Rodolfo Freitas (10.01); em quarto, Nicolas Santoro Freitas (10.24); em quinto, Vinicius Barreto (10.58); em sexto, Alexandre Dumas (16.04); em sétimo, Daniel Leça (18.38).
TRIATLO - O professor e coordenador de triatlo da FME, Rômulo Santos, contou que alguns membros da equipe da escolinha estrearam em águas abertas.

— Alguns atletas mais experientes já se mostram aptos a terem esse primeiro contato em águas abertas e realizaram sua primeira competição fora das paredes de uma piscina — explicou.

A FME implantou o projeto de triatlo há dois meses. A modalidade consiste em atletas que disputam em natação, ciclismo e corrida.

— O objetivo é desenvolver uma maturação das crianças nos níveis cognitivo, social e psicomotor. Em um futuro próximo, esperamos que passem a disputar provas oficiais, promovendo a formação de uma safra de triatletas na cidade, uma vez que os professores da escolinha também são triatletas de rendimento com experiência internacional — concluiu Rômulo.

Fonte: Folha da Manhã