Fluminense x Vasco - Vivo na Sul-Americana, Tricolor tem clássico pela frente no BR

Resultado de imagem para fluminense x vasco
Após conquistar a classificação para às semifinais da Copa Sul-Americana na última quarta-feira, o Fluminense devolve a sua atenção para o Campeonato Brasileiro da Série A. Neste sábado, o time tricolor tem um clássico contra o Vasco pela frente, às 17h, no Estádio do Maracanã, que promete estar lotado e tenta colar no G6 nessa reta final.

Por outro lado, o cruzmaltino precisa demais da vitória para se afastar de vez da zona de rebaixamento. Com 35 pontos, a equipe do Vasco aparece na 14ª colocação com um ponto a mais que a Chapecoense, que está em 17ª e é o primeiro time dentro da zona de rebaixamento. Já o Fluminense vive um momento totalmente diferente na tabela. Com 40 pontos, o Flu está em décimo.

FLUMINENSE TENTA FOCAR NO CLÁSSICO
Apesar da classificação do Fluminense para disputar a semifinal da Copa Sul-Americana, o zagueiro Digão quer o time concentrado no clássico contra o Vasco, às 17 horas deste sábado, pela 32ª rodada do Brasileirão. Pela competição nacional, a equipe do defensor tem pouca chance de conquistar uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores, mas sustenta uma vantagem confortável para a zona de rebaixamento.

"Nosso próximo adversário é o Vasco e vamos focar neles. Quando entramos em campo, esquecemos a semifinal contra o Atlético Paranaense. Vai ser o jogo mais importante do ano, mas a partida contra o Vasco também é", disse Digão nesta sexta-feira, após o treino do elenco no Centro de Treinamento Pedro Antônio, no Rio.

O cenário sem aspirações nem grande incômodo não é desculpa para desconcentração, afirma o zagueiro. "Procuramos trabalhar jogo a jogo. Agora é hora de mudar a chave para o Brasileiro. Nossa posição não é confortável, precisamos dos três pontos, assim como o Vasco. Clássico é muito importante. Vai ser um jogo de muita dificuldade, muito disputado. Independente de quem jogue, vai entrar com sangue nos olhos para conquistar os três pontos", afirmou Digão, que ainda não sabe se o técnico Marcelo Oliveira vai utilizar força máxima no duelo.

"Todo mundo quer jogar. Eu quero jogar, mas tem que ver quem está apto. É o professor quem vai decidir. Vamos ver com a fisiologia, com os preparadores físicos, mas o professor Marcelo Oliveira quem vai decidir", explicou o zagueiro, que deve ser titular na quarta-feira, no primeiro jogo da semifinal contra o Atlético-PR, na próxima quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba.

VASCO QUER SER A 'PEDRA NO SAPATO'
O Vasco tem compromisso fundamental na luta contra o rebaixamento do Campeonato Brasileiro neste sábado, quando encara o Fluminense em clássico que acontecerá no Maracanã. Se o time cruzmaltino teve a semana livre para trabalhar, o adversário vem do desgaste de uma viagem a Montevidéu e do duelo decisivo com o Nacional, na última quarta-feira.

"Se pudesse escolher entre ter uma semana cheia para trabalhar ou não, tenho certeza que o Marcelo (Oliveira) escolheria ter tempo para treinar", comentou nesta quinta o técnico Alberto Valentim, que, no entanto, alertou para a motivação do rival pela vaga obtida na semifinal da Copa Sul-Americana.

"Mas tem o outro lado também. Eles vão chegar para essa partida muito motivados pela classificação para a semifinal da Copa Sul-Americana. O que precisamos fazer é chegar muito fortes nessa partida. Não podemos ficar pensando se o adversário vai chegar mais cansado ou não. É fundamental fazermos nossa parte."

O Vasco ocupa a 14.ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 35 pontos, apenas um acima da zona de rebaixamento. Por isso, precisa de qualquer jeito da vitória, e para obtê-la, Valentim prometeu repetir o sistema mais ofensivo utilizado no empate com o Inter, na sexta-feira passada.

"Vamos ter um estilo de jogo bem parecido do que apresentamos contra o Inter. Teremos uma proposta de ataque, uma proposta de jogar em nosso campo ofensivo, algo que fizemos muito bem no final de semana passado. Também iremos procurar imprimir uma marcação forte quando não tivermos a posse de bola. Independente da formação que começará a partida, o torcedor pode ter certeza que vamos procurar atacar com organização, equilíbrio, e ter uma fase defensiva forte", garantiu.

FICHA TÉCNICA
Fluminense-RJ x Vasco da Gama-RJ
17h00
Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Fluminense-RJ
Rodolfo; Igor Julião, Paulo Ricardo, Frazan e Marlon; Mateus Norton e Dodi; Marcos Júnior, Daniezinho e Fernando Neto; Júnior Dutra.
Técnico: Marcelo Oliveira

Vasco da Gama-RJ
Martín Silva; Luiz Gustavo, Werley, Leandro Castán e Ramon; Andrey, Willian Maranhão, Yago Pikachu, Fabrício e Marrony; Maxi López.
Técnico: Alberto Valentim