Goytacaz perde para o Nova Iguaçú por 2 a 0, na decisão da Taça Rio sub-15

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, céu e atividades ao ar livre
Não deu para o Goytacaz, mas a equipe sub-15 do clube ficou com o segundo lugar da Taça Rio, neste sábado (03/11) ao perder para o Nova Iguaçú por 2 a 0 no estádio Laranjão. 

Como no primeiro jogo venceu por 1 a 0, o Goyta precisava apenas do empate, mas não conseguiu segurar a equipe iguaçuana.
Com vitória por 2 a 0 sobre o Goytacaz no Laranjão, com excelente público, o Nova Iguaçu faturou o inédito título da Taça Rio Sub-15.

Jogando em casa, o Nova Iguaçu assustou logo no primeiro ataque. Em jogada individual, Luizinho chutou pelo lado de fora da rede. O primeiro gol saiu aos quatro minutos, marcado pelo capitão Matheus Peixoto, de cabeça. Dilan quase ampliou aos 19, mas carimbou o travessão. Na sequência, a defesa do Goytacaz bloqueou uma série de chutes.

Depois da parada técnica, o Alvianil de Campos voltou pressionando. Aos 22 minutos, Serrado fez boa jogada e chutou forte, mas por cima. Aos 29, Duili aproveitou um vacilo da defesa do Nova Iguaçu e apareceu na frente do goleiro Kaiky, que foi obrigado a salvar com o peito. Na sobra, ele também defendeu o chute de Serrado. E Kaiky continuou brilhando. Aos 30, impediu que o mesmo Serrado marcasse um belo gol em lance individual. No minuto seguinte, saltou no ângulo para espalmar uma falta cobrada por Duili.

Se não conseguiu aproveitar a pressão para buscar o gol de empate, o Goytacaz levou um balde de água fria do Nova Iguaçu. Aos 37, Gabriel puxou contra-ataque rápido, Marcos Paulo cruzou da esquerda e Luizinho cabeceou com precisão para fazer 2 a 0. Ainda deu tempo para Kaiky defender outra finalização de Serrado no final do primeiro tempo.


A segunda etapa teve menos intensidade. O Nova Iguaçu quase fez mais um em bobeira do goleiro Cauã, que saiu da área para afastar a bola e acabou desarmado por Luizinho. Matheus Trigo tentou marcar de cobertura, mas não teve êxito. Aos 14 minutos, outra chegada da equipe mandante. Thiago fez cruzamento fechado, mas Gabriel não conseguiu alcançar.