I Mega Downwind de Kitesurf em Grussaí neste feriado em São João da Barra

O feriado em São João da Barra será de pura emoção com a realização do I Mega Downwind, evento de kitesurf, que acontece pela primeira vez na região, na quinta-feira, 15, a partir das 9h, com largada às 12h, nas imediações do polo gastronômico, em Grussaí. Ao todo 20 atletas estarão representando os municípios de São João da Barra, Campos dos Goytacazes, Macaé, Cabo Frio, Rio de Janeiro, São Paulo e o estado do Espírito Santo.


O trajeto será de 240 km, com saída de Grussaí e chegada em Cabo Frio. No primeiro dia, 15, os atletas seguem de Grussaí ao Farol de São Thomé; no dia 16, vão do Farol à cidade de Macaé e, no terceiro dia, 17, saem de Macaé com destino a Cabo Frio. Por dia, a meta é velejar 4 horas seguidas.

Segundo o organizador, instrutor e atleta, Luccas Maciel, este é o maior evento de downwind realizado no estado do Rio de Janeiro, e tem como objetivos, a divulgação do litoral, que é propício para a prática do esporte; chamar a atenção das autoridades em nível nacional para o avanço do mar, em Atafona, além de promover o projeto kit adaptado direcionado às pessoas com deficiência.

 - Vamos navegar por lugares até então desconhecidos por atletas do Kitesurf. Serão momentos de pura adrenalina! Esperamos boas condições climáticas para cumprirmos nossa meta - disse Luccas, que ainda destacou que a rota será acompanhada por um barco de apoio, visando a segurança dos atletas.


O I Mega Downwind é promovido pela WP Kitschool e tem a parceria da Prefeitura de São João da Barra, por meio da secretaria de Turismo, Esporte e Lazer, e Defesa Civil. “Estamos com uma variada programação para este feriadão, e começaremos incentivando o kitesurf e, ao mesmo tempo, divulgando as belas paisagens de nossa região. Todos estão convidados a vir pra São Joao da Barra, temos toda a estrutura de pousadas, passeios e restaurantes para o conforto de toda a família”, frisou o secretário de Turismo, Esporte e Lazer, Edivaldo Machado.

WP Kitschool- A escola de kitesurf, que possui três anos de atuação, leva o nome do pescador e representante da classe pesqueira, Willian Pereira, falecido em 2013. A homenagem, de acordo com o instrutor Luccas Maciel, se deu pelo fato do sanjoanense ser um amante da natureza e defensor do pescador e do meio ambiente.

A escola já formou, até o momento, 80 alunos. O instrutor também disse que a prática do kitesurf teve início com o sanjoanense Edmilson Paes, e posteriormente, com o seu filho, Édipo Paes, grande incentivador e praticante do esporte.