Corfebol: Polo Fronteira comemora com troféus e show em Macaé

Três times de Macaé participaram da terceira etapa do Campeonato Estadual de Corfebol 2018 na categoria sub-14. A disputa aconteceu sábado (1º), no ginásio poliesportivo de Casimiro de Abreu, e deu a Pedro Simplício de Araújo (14), do Polo de Cultura da Fronteira, o título de Revelação do campeonato. Também a cultura agita o Polo Fronteira neste fim de ano. Alunos de danças e de Capoeira apresentarão, no Teatro Municipal de Macaé, no sábado (8), às 19h, o show ‘Era uma Vez'.

O Corfebol é um esporte singular, com equipes mistas, quatro mulheres e quatro homens em cada time, valorizando a igualdade de oportunidades entre os gêneros e o respeito. Apesar de uma equipe da casa, o Centro Educacional Batista de Casimiro, ter levado o primeiro lugar, Macaé conquistou os troféus de segundo lugar, para o Colégio Municipal do Sana e de terceiro para o Polo de Cultura da Fronteira. Para não deixar dúvidas do talento dos estudantes macaenses para este esporte, o Colégio Municipal Ivete Santana Drummond de Aguiar, no Centro, ainda ficou com o quarto lugar.
Garra, espírito esportivo, autoconfiança, confiança mútua, disciplina e alegria são algumas das lições que o esporte deixa para vida. Mais uma nota máxima, então, para o atleta do Polo de Cultura da Fronteira, Pedro Simplício de Araújo, premiado como Atleta Revelação do Campeonato Estadual de Corfebol 2018.

Tanto para se comemorar só foi possível pelo trabalho iniciado há mais de dez anos de difusão deste esporte na região pelo professor Juan Garcia. “Apesar de ter sido criado há mais de cem anos, na Holanda, o corfebol ainda é pouco conhecido. É muito gratificante ver o entusiasmo e a integração entre os atletas. O principal objetivo deste trabalho é a promoção de inclusão social através do esporte. Os estudantes estão motivados para o próximo campeonato, assim pretendemos continuar fomentando o corfebol, um esporte que oferece igualdade entre os gêneros, para que eles levem isto para as suas vidas”, disse Juan.
O Polo de Cultura da Fronteira, da Secretaria de Cultura de Macaé, já coleciona troféus e medalhas em campeonatos internos e regionais, não somente no corfebol, como também na capoeira, jiu-jitsu e no tiro com arco. O polo tem entorno de 400 alunos, especialmente dos bairros Nova Holanda, Nova Esperança, Brasília, Barra de Macaé, mas também de outros mais distantes. Eles são crianças, adolescentes e jovens principalmente da Escola Municipal Samuel Brust e da Escola Municipalizada (Ciep 371) Leonel de Moura Brizola, além de outras do setor, também matriculados, no contraturno, em uma ou mais modalidades esportivas ou culturais entre as 18 oferecidas no Polo.

‘Era uma Vez’
Neste sábado (8), às 19h, no Teatro Municipal de Macaé, turmas de Ballet, Babyclass Ballet, Jazz, Dança de Rua e Dança Kpop, um duo de Stretdance, com participação especial da turma de Dança do Ventre, além da Capoeira, farão a apresentação de fim de ano do polo, que terá como tema ‘Era uma Vez’. No domingo (9), dez bailarinas na faixa etária de 7 a 12 anos de turmas de Ballet e Jazz preliminar, se apresentarão no Clube Cidade do Sol. O Polo de Cultura da Fronteira fica na Rua Manoel Marques Monteiro, 724, Fronteira. Este espaço de integração social atende das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.