Leandro elogia trabalho no Campos, mas pede que evolução continue

Mesmo com o fim da parceria com o Carapebus, demorou apenas dois anos para que o Campos voltasse a segunda divisão do Campeonato Carioca. Em 2019, o Roxinho estará de novo na Segundona, competição que conquistou o acesso em 2016, na sua única participação. Uma das lideranças do clube, o zagueiro Leandro acredita que tudo está no caminho certo, mas é preciso não parar a evolução que vem acontecendo.

- O Campos é um clube que está se organizando, tentando subir e chegar a Série A mais uma vez. Eu penso que a diretoria tem que se manter com os pés no chão e tentar se organizar cada ano melhor, tentar consertar os erros cometidos a cada ano até porque não existe clube de futebol 100% em tudo. Esse ano, foi como nos outros anos vários garotos apareceram, vários se destacaram e a mescla foi excelente. É manter isso, estruturar cada vez mais o clube que com certeza vamos ter um Campos forte em 2019 - disse o defensor.

Assim como em 2016, quando defendeu o Campos na segunda divisão, Leandro foi eleito o melhor zagueiro da competição. Ele dedicou o prêmio a todos no Campos, em especial ao companheiro de zaga, Thurran.

- Estou muito feliz por esse prêmio de melhor zagueiro. Mais uma vez Deus me deu essa honra de ser escolhido, mas não posso esquecer de todo o grupo, sem exceção, pois todos me ajudaram e muito. Esse prêmio é um pedacinho para cada um que fez parte dessa família Roxinho. Atletas, comissão, diretoria e torcida. Todos têm a sua porcentagem nesse prêmio. Quero agradecer e dar uma parte muito maior, até maior que a minha mesmo, para o meu companheiro de zaga. O Thurran, ao meu ponto de vista, foi um cara que fez um campeonato espetacular, muito regular em todos os jogos. A porcentagem maior é pra ele - destacou.

O Campos vai disputar a segunda divisão do Campeonato Carioca na próxima temporada, competição da qual foi vice-campeão em 2016, quando ainda utilizava o registro do Carapebus.