Nova Iguaçu faz valer mando de campo e vence Goytacaz no Laranjão: 2 a 1

image
O Nova Iguaçu fez valer o mando de campo e venceu o Goytacaz na tarde deste sábado (22) na abertura da Seletiva do Campeonato Carioca de 2019, apesar de ainda ser 2018. O time recebeu o Goyta no Laranjão e bateu o adversário por 2 a 1. Os gols foram de dois reforços da equipe para o ataque. Lucas Campos e Edu, cada um em um tempo, anotaram os tentos dos mandantes, com Lucas, contra, fazendo o de honra para os visitantes. Bruno Veiga ainda foi expulso pelo lado do Nova.

Na próxima rodada, o Goytacaz é o primeiro a entrar em campo. O time de Athirson enfrenta o Americano, em clássico que será disputado no Aryzão, às 17h, da próxima quinta-feira, dia 27 de dezembro. Já o Nova Iguaçu, em uma semana, no dia 29 de dezembro, às 16h, pega o Macaé, no Moacyrzão. 
Nova Iguaçu começa a mil, sai na frente, mas cede empate no fim
A equipe da casa começou com tudo no ataque. Com dez minutos de partida três oportunidades claras já tinham sido criadas. A melhor delas com Edu, de dentro da área, e a bola caprichosamente passou por cima da baliza. A melhor opção ofensiva era Lucas Campos, que, após lindo lançamento de Rodrigo Yuri, entortou Érick Daltro e com categoria abriu o placar e fez o primeiro gol do Campeonato Carioca de 2019.

O jogador era o um tormento para o time visitante, que perdido, não conseguia segurar a bola no ataque e sofria com as investidas do camisa 11 do time laranja. No momento da parada técnica, Athirson tentou corrigir o time e colocou um atacante de ofício, Douglas Oliveira. Aos poucos o Goyta foi melhorando na partida e equilibrando as ações.

Talvez pela facilidade dos minutos inicias, o Nova Iguaçu diminuiu o ritmo e foi cedendo oportunidades. Yan perdeu chance de cabeça, após lance pelo alto. A crescente do Goyta foi premiada próximo aos minutos finais da primeira etapa. Cruzamento de Michel e Lucas, segundo a arbitragem, desviou contra, matando Jefferson, e deixando placar igual na ida para os vestiários.

Edu demonstra presença de área e garante a vitória dos mandantes
A segunda etapa começou frenética e com a confirmação de uma das mais clássicas máximas do futebol: quem não faz, leva. Com um minuto Wallace deu um recuo bisonho para Jefferson, Pilar se antecipou, driblou o goleiro e chutou para fora de maneira inacreditável. No lance seguinte o castigo. Lançamento na medida de Rodrigo Yuri para Lucas. O lateral foi no fundo, cruzou para Edu que brigou com o zagueiro no alto e desviou e recolocou o Nova Iguaçu na liderança.

O ritmo continuou intenso e as oportunidade seguiram aparecendo para os dois lados. O Goytacaz quase empatou novamente em uma bobeada da defesa iguaçuana. Murilo Henrique e Rafael Caldeira bateram cabeça, mas Douglas Oliveira não conseguiu finalizar da melhor maneira de dentro da pequena área a chance criada. Depois, a resposta, veio com Bruno Veiga, que, com uma pancada de fora da área, parou no travessão do goleiro Paulo Henrique.

De maneira natural, o Goytacaz se lançou ao ataque buscando o empate. Em um lance o time reclamou bastante da arbitragem, pedindo gol, em uma testada de Cleiton que a bola ficou quicando em cima da linha. Depois foi a vez de Pilar finalizar forte pra fora. A pressão aumentou após a expulsão de Bruno Veiga, pelo segundo amarelo. A pressão, contudo, foi infrutífera e o Nova Iguaçu começou com vitória: 2 a 1.

Nova Iguaçu 2x1 Goytacaz - Seletiva, Campeonato Carioca, 1ª rodada - 22/12/2018, às 16h

Estádio Laranjão (Nova Iguaçu - RJ)
Árbitro: João Ennio Sobral
Assistentes: Gabriel Conti Viana e João Luiz Coelho de Albuquerque

Nova Iguaçu: Jefferson; Wallace, Murilo Henrique, Rafael Caldeira e Lucas; Rodrigo Yuri, Ernesto, e Andrezinho (Caio César, 37'/2ºT); Lucas Campos (Wescley, 28'/2ºT), Bruno Veiga e Edu (Flávio Carioca, 34'/2ºT). Técnico: Marcelo Salles.

Goytacaz: Paulo Henrique; Tenente, Cleiton, Adalberto e Erick Daltro; Ernani, Gabriel Galhardo, Michel e Edinho (Douglas Oliveira, 22'/1ºT); Capela (Pilar, intervalo) e Yan (João Vitor, 18'/12ºT). Técnico: Athirson. 

Cartões amarelos: Bruno Veiga, Murilo Henrique e Jefferson (NOV); Tenente, Ernani, Érick Daltro e Michel (GOY);

Cartão vermelho: Bruno Veiga, 38'/2ºT (NOV); 

Gols: Lucas Campos, 10'/1ºT (1-0); Lucas (contra), 42'/2ºT (1-1); Edu, 2'/2ºT (2-1); 

Público: 707 presentes (603 pagantes)
Renda: R$ 6.530,00

Fonte: FutRio

Comentários