Nova Iguaçu solicita revisão, mas TJD-RJ mantém interdição do Laranjão

O Nova Iguaçu recorreu ao Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) solicitando que a interdição do Laranjão - estabelecida no dia 23, após a partida contra o Goytacaz - fosse revista. O Tribunal optou por manter a liminar, mas enumerou uma série de exigências que devem ser cumpridas para que a praça esportiva seja liberada.

O clube da Baixada Fluminense, em seu pedido de reconsideração, anexou boletim de ocorrência da Polícia Militar onde é relatado que, para conter a invasão ao vestiário do Goytacaz, foi necessário o uso de força policial através de disparo de arma de fogo. O TJD alega que a atuação na PM não elimina a possibilidade de seguranças particulares do clube terem efetuado tiros.

A punição poderá ser revista caso o Nova Iguaçu cumpra às seguintes exigências: apresentar os laudos técnicos do Laranjão emitidos pela Polícia Militar e Corpo de Bombeiros; elaborar Plano de Segurança dentro das normas técnicas exigidas; oficiar o 20º Batalhão da Polícia Militar, que deverá esclarecer os fatos ocorridos no dia 22 e, ainda, afirmar se o clube possui condições de receber partidas com torcida.

Confira a decisão do TJD na íntegra clicando AQUI.

O próximo desafio do Nova Iguaçu como mandante na Seletiva será apenas no dia 9 de janeiro. Até lá, o clube tenta reverter o quadro. Antes disso, o Laranja Iguaçuano encara Macaé (neste sábado, 28) e o Americano (6 de janeiro), ambos fora de casa.

Fonte: FutRio

Comentários