Presidente fala sobre novo acesso do Campos e questiona final em Xerém

O presidente do Campos, Márcio Reinaldo, celebrou o novo acesso da equipe à Segundona do Campeonato Carioca. Apesar da derrota para o Maricá, a subida foi sacramentada graças à vitória no jogo de ida por 2 a 0. O mandatário do Roxinho, no entanto, também fez críticas, mesmo que de maneira comedida, a todo impasse na Série B2, que fez o Campos ter que jogar de novo a semifinal geral. Outro ponto de insatisfação foi a marcação da final para Xerém, o que força um grande deslocamento dos campistas, tirando a neutralidade da decisão, segundo o dirigente.

Decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) fez com que o Maricá recuperasse seis pontos na classificação geral, obrigando a realização de novas semifinais da Terceirona, tirando o acesso conquistado em campo pelo Roxinho contra o Queimados. Marcinho, como é conhecido o presidente, utilizou a palavra "tapetão" ao analisar a situação.

- Demos a resposta mais uma vez dentro de campo. Sofremos um tapetão inacreditável. Dizem as más línguas que rolou até subterfúgio, mas a gente não entra nesse mérito. A gente mais uma vez ganhou em campo, tivemos que dobrar o acesso para valer um. Infelizmente isso manchou o campeonato, fez com que a gente ficasse muito chateado. Fomos profissionais, voltamos para o campo concentrados, com o sentido de inverter toda essa injustiça que foi cometida conosco. Está ai o resultado - disse após a conquista.

Já a reclamação em relação à decisão do certame se dá pela distância do confronto. O Campos, em relação ao Nova Cidade, terá uma viagem de 255 km a mais de distância. Do Parque Leopoldina, bairro do clube em Campos dos Goytacazes, até Xerém, são 295 km de deslocamento. De Nilópolis, município da equipe da Baixada, até o distrito de Caxias, são apenas 40. Fato que, para o dirigente, caracteriza mando de campo para o adversário.

- É sempre assim, é sempre para nos prejudicar, infelizmente. Acho que o correto, o ideal, teria que ser em um campo neutro. Lá a gente não considera campo neutro, porque eles são dali de pertinho. Para mim é como se tivesse sendo o jogo na casa deles - comentou.

A grande decisão da Série B2 do Campeonato Carioca acontece nesta quarta-feira, dia 5 de dezembro, às 16h, em Xerém, no Estádio de Los Lários. 

Fonte: FutRio