Retrospectiva 2018: Cardoso Moreira, Paduano e São José de Itaperuna


Pertencentes ao Campeonato da Série C em 2018 e com cobertura do GF ESPORTE, iremos abordar a temporada do Cardoso Moreira, Paduano e São José de Itaperuna.

*CARDOSO MOREIRA: Depois de sete anos de espera o Cardoso Moreira, que ficou fora do futebol profissional por um período de longa licença. Naquele ano de 2011, o clube se recusou a jogar o Grupo X, que definia três rebaixados à Terceirona, porque alegava que Mesquita e Itaperuna deveriam ter sido rebaixados automaticamente por terem sido suspensos em três jogos da primeira fase, além de Miguel Couto, Floresta e Guanabara já terem caído, antes do campeonato, por terem desistido. 
Foi preciso lutar bastante para reconquistar apoio e voltar ao Estadual. Dedicando-se aos torneios amadores e locais, nos últimos anos, o Cardoso Moreira ensaiou um retorno para a Quartona do ano passado, mas ficou apenas na vontade. Desta vez, mais organizado e estruturado, o time conseguiu seu lugar na competição, apesar de não ter conseguido inscrever jogadores para a primeira rodada e já ter perdido por WO para o Campo Grande. 

A estreia em casa, no seu estádio, o Antônio Ferreira de Medeiros, foi a chance de apagar a imagem negativa que ficou. Com um time cheio de veteranos, como Laerte, Jessé e Romário, o Cardoso disputou oito jogos pela Quartona do Rio com 3 vitórias, 3 empates e 2 derrotas, marcou 10 gols e sofreu 8. O Cardoso Moreira foi eliminado na primeira fase, tendo conquistado a melhor campanha dentre os 10 desclassificados na fase inicial, chegando a 12 pontos.
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre
*PADUANO: Com uma campanha espetacular na primeira fase, o Paduano teve a infelicidade de encontrar cedo demais, a equipe que seria campeã em 2018, o Mageense, e acabou eliminada de forma precoce da competição. Eliminado nas quartas de final, o Trovão Azul, não perdeu um jogo na primeira fase, vencendo cinco partidas e empatando apenas uma, marcando 20 gols e sofrendo três.

Eis que encontrou muito cedo o Mageense e fez jogo duro, perdeu a primeira partida por 1 a 0, e em casa, com o estádio lotado derrotou o rival por 2 a 1, decisão nos pênaltis, 3 a 1 para o Mageense e despedida sofrida em campo. O clube que já levantou a cabeça e se reestrutura para 2019, realizou ao todo 8 jogos com 6 vitórisd, 1 empate e 1 derrota, marcou 22 gols e sofreu 5.
*SÃO JOSÉ DE ITAPERUNA: Com dificuldades financeiras o clube perdeu jogos por WO e apenas figurou na primeira fase. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) comunicou, através de Resolução da Diretoria (RDI), a suspensão do São José na Série C do Campeonato Carioca. O clube do Noroeste Fluminense deixou de pagar os três borderôs - taxas operacionais - das partidas em que foi mandante na primeira fase da competição.

No geral o São José de Itaperuna, em 6 jogos, venceu 2 e perdeu 4, marcou 4 gols e sofreu 9.