Retrospectiva Campos 2018: O acesso à Segundona após jogar a semifinal por duas vezes

A imagem pode conter: 36 pessoas, pessoas sorrindo, criança e atividades ao ar livre
Se teve um time para sofrer uma grande injustiça em 2018, esse foi o Roxinho, que precisou passar duas vezes pela semifinal da Terceirona para garantir a vaga na Série B1 de 2019. Foram duas competições nessa temporada, a Copa Rio, onde o clube, que não estava esperando participar desta competição e foi surpreendido com o anúncio da FERJ, acabou eliminado pelo Itaboraí nas quartas de final. O Campos passou desde a fase preliminar, onde eliminou o 7 de Abril, depois passou pelo Noa Cidade e anida tirou o Angra dos Reis da competição.

Já na Terceirona do Rio, o Campos chegou a final contra o Nova Cidade, depois de ter passado pelo Queimados, mas uma decisão do STJD, fez o Maricá recuperar pontos perdidos por escalação de um suposto jogador irregular. Assim o Campos teve que enfrentar o Maricá, e voltar a disputar a semifinal da competição. O Roxinho conseguiu, fez a final contra o Nova Cidade e perdeu o título nos pênaltis, mas garantiu o Campos na Segundona. O Campos em 20 jogos , só perdeu uma partida. No último jogo um 0 a 0 persistente, levou a disputa da taça para as penalidades e o Nova Cidade levou, ao vencer por 3 a 2.

Foram 28 jogos, com 14 vitórias, 11 empates e 3 derrotas com 46 gols marcados e 19 sofridos. Desde que retornou em 2015, o Campos joga uma divisão diferente a cada ano, passando pelas quatro divisões diferentes do estadual e agora sonhando novamente em realizar um boa Série B1, em 2019.
A imagem pode conter: texto

Comentários