Retrospectiva Vasco 2018: Um ano de sequência para Andrey

Andrey - Vasco
O GF ESPORTE segue neste sábado com a série especial da retrospectiva de 2018. Cria das categorias de base do Vasco, Andrey teve a sua primeira chance como profissional em 2016. Nos dois primeiros anos, o volante entrou em campo somente cinco vezes entre os adultos. Neste 2018, porém, o jovem jogador, de 20 anos, pode considerar como fundamental na carreira: a sequência foi conquistada, jogou 38 partidas e se firmou como titular cruz-maltino.

Andrey teve um início de ano marcante, aliás. No dia 21 de janeiro, pelo Campeonato Carioca, o volante fez o seu primeiro gol como profissional do Vasco, na vitória sobre o Nova Iguaçu por 4 a 3. Gostou tanto da fase artilheira que terminou a temporada com seis gols marcados, boa parte entre o fim do primeiro semestre o início deste.
Andrey Vasco
Apesar de jovem, Andrey mostrou personalidade defendendo as cores do Vasco, sendo peça importante na ligação entre os setores ao longo dos jogos que participou. Seguro, garantiu a titularidade com o técnico Alberto Valentim. Ao todo, neste 2018, o volante foi a campo em 38 partidas, conquistando 13 vitórias, nove empates e 16 derrotas. 

Mesmo com o aproveitamento como profissional aquém – 41,8% –, Andrey despertou o interesse de times do exterior neste fim de ano, comprovando que apesar de o time do Vasco não ter conseguido brigar por títulos na temporada, conseguiu se sobressair e mostrar o seu valor. Uma proposta de Portugal chegou a ser recebida por Andrey.
Andrey Vasco
Para 2019, caso siga no Vasco, Andrey tem muito a contribuir. Mais experiente, o volante pode ser decisivo no meio de campo cruz-maltino, fazendo jus à fábrica de jogadores da base em São Januário. Os vascaínos esperam o bem de Andrey na próxima temporada.

O ANO DE ANDREY

SOBE - SEQUÊNCIA
Andrey conseguiu nesta temporada uma sequência no profissional do Vasco, após ter recebido a primeira chance há dois anos. O volante se firmou como titular, sendo peça importante na equipe ao longo das disputas cruz-maltinas – Carioca, Libertadores, Copa do Brasil, Brasileiro e Sul-Americana.

DESCE - PASSES
Em alguns jogos ao longo desta temporada, Andrey acabou pecando nos passes aos companheiros, matando, de certa forma, os contra-ataques em algumas partidas do Vasco. Este ponto precisa ser aprimorado pelo volante para a disputa da próxima temporada, treinando o fundamento em questão.

Comentários