Torneio Regional 2018 chega ao fim mantendo sonho do basquete vivo

A edição de 2018 do Torneio Regional de Basquete terminou no último final de semana com jogos emocionantes. As fases decisivas aconteceram no Ginásio do Tênis Clube (Juquinha). O Macaé Basquete garantiu o terceiro lugar nas duas categorias, que tiveram como campeãs as equipes do Frade Macaé Basquete, na categoria Sub-19, e do Geração, de Campos, na Sub-16.

A emoção começou já na disputa das semifinais do sábado (1º), quando o Macaé Basquete realizou duelos locais contra o Frade Basquete. Na categoria Sub-16, o jogo foi bastante equilibrado e, no fim, a diferença foi de apenas um ponto: 47 x 46 para os representantes da serra de Macaé. Na outra semifinal, o Geração venceu o Águias por 57 x 28 e se classificou para a decisão.
Já na categoria Sub-19, apesar do jogo equilibrado, os meninos do Frade conseguiram abrir vantagem no placar e venceram o Macaé por 42 x 35. Na outra chave, contrariando o favoritismo da equipe campista, o Nova Friburgo passou pelo Geração por 45 x 43 e se classificou para a final.

Finais – No domingo (2), na disputa pelo terceiro lugar, o Macaé Basquete entrou focado em alcançar um lugar no pódio e no Sub-16 venceu o Águias por 48 x 32. Já no Sub-19, o duelo foi entre as melhores equipes da fase de classificação. No final, o time macaense venceu o adversário campista por 40 x 37 e garantiu o lugar no pódio.

“Do início até o final do campeonato, tivemos um crescimento muito grande. Esperávamos estar na final, mas dentro desse processo de desenvolvimento conseguimos melhorar como time e fazê-los evoluir como jogadores, de acordo com as nossas análises de desempenho”, disse o técnico das categorias de base do Macaé Basquete, Renan Gitiony.

Já o Geração, de Campos, acabou ficando com o título na Sub-16, após vencer o Frade por 44 x 39. Já no Sub-19, foram os meninos do Frade Macaé Basquete que levaram o título ao vencer o Nova Friburgo por 40 x 36.

“Como somos um projeto social que funciona na serra, as dificuldades são muitas, inclusive para chegar aos locais em que o campeonato é disputado. Então fico muito feliz, pois eles não desistem nunca e têm muito orgulho de onde são”, comemorou o técnico do Frade, projeto que conta com o apoio do Macaé Basquete e da Secretaria Municipal de Esportes, Leandro Ribeiro Velasco.

Já na Série Prata, disputada pelos times derrotados nas quartas de final do torneio, quem faturou o título nas duas categorias foi o Tênis Clube, de Macaé.

Apoio – O Torneio Regional possui a chancela da Federação do Estado do Rio de Janeiro (FBERJ) e da Penalty. A gestão do campeonato é do Macaé Basquete, mas a organização é realizada democraticamente por todas as equipes participantes.

“Fechamos o terceiro ano do Regional e estamos tendo um crescimento a cada edição. Isso mostra que o esforço do Macaé Basquete em organizar uma competição como essa vem dando frutos. Agradecemos a todos os atletas, comissões, torcidas e, claro, aos nossos parceiros e patrocinadores que têm uma participação fundamental para manter tudo isso vivo”, afirma o técnico e gestor do Macaé Basquete, Léo Costa.