Classificação para competição nacional é a meta da Cabofriense em 2019

Faltam poucas semanas para o início da fase principal do Campeonato Carioca e as equipes vão entrando na reta final de preparação. Na Cabofriense, o clube que avançar mais em relação ao ano passado. Gerente executiva do clube, Flávia Seifert afirmou que a principal meta do Tricolor Praiano é buscar uma vaga numa competição nacional em 2020.

- Fizemos todo um plano de trabalho para Cabofriense, a curto, médio e longo prazo. Temos alguns objetivos para 2019 e chegar a uma competição nacional é um deles. Ano passado batemos na trave, mas não era uma meta nossa, até porque vínhamos de uma Seletiva. Fazer uma boa campanha era o principal, o que graças a Deus, e ao nosso trabalho, conseguimos - disse a dirigente.

A Cabofriense manteve alguns jogadores da campanha do ano passado e até agora já trouxe dez reforços para o Campeonato Carioca, mas diferente de outros anos, apostou em atletas mais jovens. Mesmo assim, Flávia Seifert vê experiência no grupo, pela rodagem dos atletas.

- Nossa equipe é experiente, apesar de ter muitos jogadores jovens, todos com muita disposição pra encarar o desafio de um Carioca. A vontade de vencer é muito grande. Isso facilita o nosso trabalho, já que a própria Cabofriense está se reformulando desde o ano passado. A equipe como um todo comprou a ideia, e isso é muito bacana, fica fácil trabalhar - ressaltou.

Sobre a escolha de Luciano Quadros para o comando da equipe, Flávia Seifert frisou que o clube já acompanhava os bons trabalhos feitos pelo treinador nos últimos anos na segunda divisão do Rio de Janeiro, no Audax e Sampaio Corrêa, e revelou que o técnico se propôs a trabalhar da maneira que o clube enxergava ser a maneira correta para este ano.

- Acompanhamos o trabalho de alguns treinadores e o Luciano foi um deles. Acreditamos que ele seria um nome a agregar, não só profissionalmente, provado pelos trabalhos anteriores, mas também por ser uma pessoa aberta a novos desafios, o que é a realidade da Cabofriense hoje. A aposta foi em ter alguém no comando que viesse a crescer junto com o clube, que falasse a mesma língua que a gente e que estivesse em sintonia com esse novo momento - explicou.


Na primeira rodada do Campeonato Carioca, a Cabofriense terá o mando de campo e vai encarar o Botafogo.

Comentários