Erro em marcação de pênalti revolta Cano e Josué resume: "Lance absurdo"

Após ser derrotado por Fluminense e Vasco, o Americano voltou a enfrentar um clube menor, mas na tarde desta quarta-feira (30) no Estádio Elcyr Resende de Mendonça, o Alvinegro Campista perdeu por 2 a 1 para o Volta Redonda. Porém, os jogadores do Cano saíram de campo revoltados com a arbitragem de Luís Antônio Silva Santos pela marcação do segundo pênalti para o Esquadrão de Aço.

O Americano saiu atrás do marcador, empatou aos 23 minutos do segundo tempo, mas no lance seguinte, o árbitro assinalou pênalti para o Volta Redonda, em jogada que Jorge Luiz invadiu a área, caiu, e Luís Antônio Silva Santos viu toque do defensor do Alvinegro Campista no meia do Voltaço, e marcou a penalidade. Josué Teixeira tratou o lance como absurdo e afirmou que ele foi decisivo para o resultado final da partida.

- Fizemos um primeiro tempo muito ruim. Sem bola, com posicionamento errado e pouco agressivo na marcação. Quando tínhamos a bola, estávamos sem movimentação. No segundo tempo tivemos as melhores oportunidades e conseguimos empatar. Mas num lance absurdo, a marcação do segundo pênalti para o Volta Redonda foi decisivo - reclamou o treinador, que não tirou os méritos do adversário.

- Quero parabenizar o Volta Redonda que não tem nada haver com isso. Fez um primeiro tempo dominante e mereceu levar a vantagem para o intervalo. No segundo tempo nós dominamos. O empate seria mais justo.

Josué Teixeira ainda lamentou o fato de o Americano estar num momento melhor do jogo na hora da segunda penalidade, mas procurou esfriar os ânimos dos jogadores após o erro contra a equipe para que o Alvinegro Campista não deixe isso influenciar no prosseguimento do campeonato.

- Emocionalmente estávamos fortes. Nossa equipe é jovem e sentiu o erro da arbitragem. Mas já conversei com os jogadores no vestiário. Não temos recuperação desde o jogo contra o Fluminense, passamos dois dias em Campos e já voltamos na sexta (25) para o Rio. Nosso clube é o único que está viajando sempre. Mas o grupo é forte e vamos nos recuperar - frisou.

Sem tempo para lamentar, o Americano já tem um jogo neste sábado (02/02) diante do Madureira. A partida acontece às 16h30, no Estádio Aniceto Moscoso.

Fonte: FutRio

Comentários