Americano enfrenta Madureira tentando voltar a vencer depois de três derrotas


As três derrotas seguidas do Americano ligaram o sinal de alerta no clube. Desde que Josué Teixeira assumiu a equipe, o Alvinegro Campista nunca tinha perdido três partidas consecutivas. Por isso o pensamento é de retomar o espírito aguerrido da equipe. O capitão Admilton afirmou que o Cano vem se apresentando de maneira ruim nos primeiros tempos das partidas e pediu uma melhora a equipe.  

- Precisamos entrar mais ligado nesse jogo. Nossos primeiros tempos estão sendo muito ruins, muito abaixo do que podemos apresentar. Nosso time é aguerrido, que luta por todas as jogadas. E estamos deixando a desejar nesse sentido. Temos que melhorar isso - ressaltou o defensor.
Com apenas três pontos no Campeonato Carioca, o Americano se preocupa em não entrar na zona da Seletiva e para não ter que disputar a fase inicial em 2020 novamente. Admilton não escondeu que esse é o objetivo do clube e depois do fim da Taça Guanabara, ele acredita que o Alvinegro campista terá mais tempos para fazer mais ajustes.

- Desde quando passamos da Seletiva, não escondemos de ninguém que nosso objetivo era se manter na primeira divisão e evitar a Seletiva no ano que vem. Se viesse uma semifinal, seria bem vinda, mas nosso campeonato é contra os times pequenos. Infelizmente perdemos para o Volta Redonda e agora vamos ter que somar pontos contra o Madureira. Depois vamos ter uma parada e vamos trabalhar para entrar no segundo turno bem - disse.
MADUREIRA
Em 2018, foram 23 gols e o posto de artilheiro máximo do Campeonato Carioca. Porém, até agora este ano Cláudio Maradona não balançou as redes nenhuma vez, mesmo tendo boas atuações nos jogos do Madureira. Porém, o jejum não incomoda o atacante. Com a força dos companheiros, ele acredita que o primeiro gol nesta temporada vai sair em breve.

- Acho que está faltando um pouco de tranquilidade pra gente. Estamos criando boas oportunidades, mas a bola está teimando em não entrar. Mas o gol vai sair. Estou trabalhando bem, estou focado. Jamais deixo de trabalhar. Meus companheiros estão me dando muito apoio e isso é o que importa - disse o jogador, que no ano passado demorou sete jogos para fazer o seu primeiro gol, defendendo o Boavista.

A possibilidade do primeiro gol na temporada pode ter a companhia da famosa "Lei do ex", já que o próximo compromisso do Madureira é o Americano, clube que Cláudio Maradona viveu a melhor fase de sua carreira no ano passado. Ele admitiu que será um jogo especial e também muito difícil.

- Estou tranquilo para esse jogo. O Americano é um clube que eu fui muito bem. É um jogo especial e acredito num duelo difícil para as duas equipes. Eles vão nos proporcionar dificuldades, mas também vamos levar dificuldades a eles. Mas temos que estar focados para conseguirmos fazer uma grande partida e sair com a vitória - afirmou.

Porém, o momento não é bom para nenhuma das duas equipes. O Madureira é o lanterna na classificação geral e o Americano tem apenas três pontos. Falando de sua equipe atual, Cláudio Maradona acredita que a má fase vai passar.

- Esperava um momento melhor para as duas equipes. Mas as coisas não vêm dando certo pra gente. Pela amizade que a gente tem, pela maneira como trabalhamos, esperava uma situação melhor. Mas tenho fé que as coisas vão melhorar. Isso é só uma fase ruim. Tudo passa e essa má fase vai passar. Vamos nos levantar. Agora que é hora de mostrar a nossa força e união para conseguirmos resultados positivos - finalizou.

O Americano já tem um jogo neste sábado (02/02) diante do Madureira. A partida acontece às 16h30, no Estádio Aniceto Moscoso.

Comentários