Atleta de Rio das Ostras sofre acidente no Havaí

Um dos grandes nomes do esporte da região, o surfista André Pássaro Guimarães, conhecido como “Homem Pássaro de Rio das Ostras”, passou por um grande susto recentemente. O atleta sofreu um acidente enquanto surfava em Rocky Point, pico do North Shore da ilha de Oahu, no Havaí (EUA).

Apesar de estar fora de perigo, ele precisou interromper a “surf trip” por recomendações médicas. PsicoPássaro contou como foi o drama que vivenciou. O acidente lhe rendeu 15 pontos na orelha e várias escoriações no rosto, obrigando antecipar a sua viagem em 30 dias e ficar 20 dias sem entrar na água.

“Estávamos surfando em Rock Point em um dia normal. Tinha no máximo seis pés na série, porém estava muito raso. Felipe ‘Gordo’ Cesarano, Alessandro Puga e Luciano Costa estavam na água comigo. O surf estava tranquilo até o gordo quebrar a prancha no meio. Assim que ele saiu, resolvi sair também porque já estava cansado. Peguei uma direita e fui colocar para dentro do tubo. A onda não era tão grande, mas na hora de sair ‘dogdoor’ fui arremessado de rosto na bancada” relembra ele ressaltando que foi uma pancada tão forte que quase desmaiou. “Fiquei muito tonto por uns 30 segundos, mas não desmaiei. Saí da água meio desorientado e logo já perceberam que eu estava sangrando. Minha orelha estava toda cortada atrás e o meu rosto todo arranhado”, conta.

Os amigos levaram o atleta para o hospital. “Nessa brincadeira foram quatro pontos internos e 11 externos na orelha e escoriações por todo o rosto. Tive que ficar algumas horas em observação no hospital. Os médicos falaram que não sabem como eu não apaguei com a pancada, pois foi muita sorte”, relata.

O surfista também estava de malas prontas para Maui, onde gravaria outros episódios do programa “Alerta: Ondas Gigantes”, do Canal Off. “É uma pena eu não poder ir para Maui para produzir com o Gordo, mas os médicos falaram que eu tenho que ficar 20 dias sem surfar. Apesar disso, estou muito feliz por essa temporada e as experiências que vivi, tanto negativas, quanto positivas. Havaí é um lugar que você tem que respeitar e ter muito cuidado, mesmo que o mar esteja pequeno”, enfatizou.

Comentários