Boavista busca avançar na primeira fase da Copa do Brasil, algo raro no clube

Cada vez mais o Boavista vai se acostumando com a Copa do Brasil. Na nona edição nesta década, o Verdão de Saquarema vai para a sua sexta participação, a terceira seguida, algo inédito para o clube. Porém, a equipe de Bacaxá busca esse ano evitar algo que é comum para o time: a eliminação na primeira fase. Apenas uma vez não houve queda na fase inicial.


O Boavista participou da competição pela primeira vez em 2012 e o adversário foi o América (MG). No primeiro jogo, que aconteceu em São Januário, empate de 0 a 0. Na partida de volta, em Sete Lagoas, o 1 a 1 classificava o Verdão de Saquarema, já que tinha o critério do gol na casa do adversário, mas a equipe sofreu o segundo tento do Coelho aos 48 minutos do segundo tempo e acabou eliminada.

Em 2014 e 2015 o Boavista nem sequer fez frentes aos seus adversários, ambos do Rio Grande do Norte. Em 2014, derrotas por 2 a 1 em casa para o América e 2 a 0, fora. No ano seguinte, reveses por 1 a 0 e 2 a 0 para o ABC. No ano passado o Verdão de Saquarema também caiu na primeira fase, mas saiu da partida aplaudido. Com uma equipe reserva, os comandados de Eduardo Allax empataram com o Internacional (RS) por 1 a 1 e quase eliminaram o Colorado.


A única oportunidade que o Boavista passou da primeira fase foi em 2017. Na ocasião, o Verdão de Saquarema eliminou o Ceará, com um gol aos 48 minutos do segundo tempo na vitória pelo placar mínimo. Na segunda fase, o Alviverde de Bacaxá eliminou a Portuguesa (SP) com um 2 a 0, em pleno Canindé. A eliminação veio apenas na terceira fase, quando perdeu por 3 a 0 e 1 a 0 para o Sport (PE), que estava na primeira divisão do Campeonato Brasileiro.

A Copa do Brasil começa para o Boavista nesta quarta-feira (13), quando a equipe enfrenta o Figueirense, às 19h, no Estádio Elcyr Resende de Mendonça. Para se classificar, o Verdão de Saquarema precisa vencer o jogo.

Comentários