Desfalques no ataque fez Americano tentar repatriação de Maikon Aquino

Após a eliminação na Copa do Brasil, o Americano está tendo um período sem jogos fundamental para ter todo o grupo a disposição de Josué Teixeira na Taça Rio. O Alvinegro Campista está recuperando os jogadores lesionados e dando uma melhor condição física para todos. A preocupação era tão grande com os desfalques no sistema ofensivo que o comandante do Cano revelou que o clube tentou repatriar Maikon Aquino.

- Não vamos mudar a nossa realidade, nossa meta é evitar disputar a Seletiva no ano que vem. Tínhamos uma expectativa de qualificar ainda mais o grupo, devido às questões de lesões dos nossos jogadores, mas não evoluiu. Tentamos repatriar o Maikon Aquino, quando passamos da Seletiva, mas não conseguimos. Fizemos a nossa parte, sabíamos da qualidade do atleta e da condição de ídolo no clube, mas infelizmente não conseguimos - disse o treinador, que concluiu.

- O mais importante nesse período sem jogos é a possibilidade de recuperar os atletas fisicamente e na parte médica, como por exemplo, o Gabriel, que está em tratamento desde o jogo contra o Madureira. Além disso, possibilita um período de adaptação tática ao Leozinho, que acabou de chegar.

O Americano retorna aos gramados na estreia da Taça Rio. O Alvinegro Campista enfrenta o Flamengo, no Maracanã, no dia 24, às 17h, no Maracanã. 

Fonte: FutRio

Comentários