Em primeiro tempo letal, Cabofriense bate a Portuguesa por 2 a 0

image
No jogo que encerrou a primeira rodada de Taça Rio, a Cabofriense confirmou o mando de campo e venceu a Portuguesa por 2 a 0, na noite deste domingo (24), no Correão. Os gols saíram no primeiro tempo, com Anderson Rosa (olímpico) e Bruno Lima (de cabeça).

Com o resultado positivo, a Cabofriense inicia o segundo turno na vice-liderança do Grupo B, com três pontos. O próximo desafio será contra o Americano, no Elcyr Resende, no sábado de carnaval, dia 2. Já a Portuguesa, que segue na lanterna geral, terá como oponente o Flamengo, na quinta-feira (28), no Raulino de Oliveira.
image
Etapa inicial é suficiente para os mandantes
O primeiro tempo contou com boa movimentação de ambos os lados. A Cabofriense, dentro de casa, demonstrou melhor encaixe. E foi premiada logo aos 15 minutos. Anderson Rosa cobrou escanteio fechado e a bola entrou. A arbitragem confirmou o tento olímpico para o meia tricolor, anotando 1 a 0.

O Tricolor Praiano voltou a balançar as redes com Bruno Lima, em novo cruzamento, dessa vez finalizado de cabeça pelo zagueiro: 2 a 0. A Portuguesa não ficou só na defesa e respondeu em investidas ofensivas, mas, quando conseguiu passar pela defesa, viu o goleiro George apresentar segurança e garantir a vantagem dos mandantes no placar.

Vantagem em mãos e tranquilidade para confirmar vitória
A etapa final contou com uma Cabofiense sólida na frente do placar. Mesmo sem ser brilhante, a equipe da casa soube manter a diainteira, correndo poucos riscos. Por sua vez, a Lusa tentou investidas em busca do primeiro gol, mas demonstrou, assim como no primeiro turno, pouca efetividade na criação e finalizações.

Já nos minutos finais, a situação da Portuguesa ficou ainda pior. Após falta dura, Diego Maia recebeu o cartão vermelho e complicou ainda mais a vida dos visitantes. Com um jogador a mais, a Cabofriense ficou ainda mais segura para se manter com a vantagem e confirmar o triunfo diante de sua torcida.

Comentários