Empate gera cobrança de Gustavo: "Não pode tomar um gol aos 48"

O empate sofrido no último minuto contra o Madureira ainda dói no Boavista. Mesmo tendo marcado o gol aos 44 minutos do segundo tempo, o Verdão de Saquarema levou o empate no último lance do jogo. Gustavo cobrou mais concentração e afirmou que a pressão dentro do clube vai crescer nas próximas partidas.

- Faltou concentração para gente, não pode tomar um gol aos 48 do segundo tempo. Estamos tristes com esse resultado, mas temos que seguir em frente. Espero que possamos aprender com os erros. A equipe fica um pouco pressionada por não ter conseguido o resultado positivo, mas temos confiança no trabalho que vem sendo feito. Tenho certeza que vamos dar a volta por cima - disse o defensor.

Foi a primeira partida na temporada de Gustavo, que chegou a 98 jogos pelo Boavista. O zagueiro lembrou que teve uma lesão grave no ano passado, mas que já está 100% e que pode ajudar o Verdão de Saquarema tranquilamente.

- Eu tive uma lesão séria no ano passado e isso me atrapalhou muito, mas hoje eu estou recuperado e sempre treinei forte porque sabia que a oportunidade iria aparecer. Estou feliz por ter conseguido jogar os 90 minutos. Agora é seguir trabalhando e buscando o meu espaço na equipe titular - explicou.

Na próxima rodada o Boavista vai encarar o Vasco. O jogo acontece no sábado (02/03) de Carnaval, às 16h30, em São Januário.

Comentários