Flamengo atropela a Cabofriense e aguarda o Fluminense na semifinal

O Flamengo recebeu a visita da Cabofriense, venceu por 4 a 0 e ratificou a primeira colocação se seu grupo. Com gols de Willian Arão, Diego, De Arrascaeta e Bruno Henrique, o Rubro-negro fez a festa de sua torcida no Maracanã e aguarda o Fluminense, rival da semifinal da Taça Guanabara.

Com muita disposição, a equipe de Abel Braga não correu maiores riscos diante da equipe da Região dos Lagos, e tem a semana livre até o encontro contra o grande rival.

A equipe não fez uma grade partida sob o aspecto técnico, mas demonstrou uma grande vontade de vencer o adversário, que foi neutralizado diante da superioridade vermelha e preta.

Fla soberano
Empurrado por um Maracanã repleto de rubro-negros, o Flamengo deixou claro desde o início que não daria muitos espaços para a equipe da Região dos Lagos.

image
Com muito fôlego, o time de Abel impôs o seu ritmo desde o início e sufocou o adversário em seu campo de jogo, deixando muito pouco espaço para que o rival pudesse trabalhar.

Com domínio absoluto da partida, o Fla abriu a contagem com Wilian Arão, que se antecipou à zaga e cabeceou no primeiro pau. O time seguiu dominando as ações e aparentou estar muito ligado no jogo.

O Fla abriu a contagem, seguiu pressionando os alviverdes, mas não criou grandes chances para ampliar, embora a equipe tenha ocupado o campo de ataque em boa parte dos 45 minutos iniciais. Na melhor delas, George fez boa defesa em arremate de Uribe.

image
Chapelaria aberta
O meia Everton Ribeiro deu demonstrações de sua categoria contra a Cabofriense. No primeiro tempo, o camisa 7 deu bonito lençol no adversário e só foi parado com falta. 

Em grande jogada, o Fla quase chegou ao segundo. Em trama de Diego e Everton Ribeiro, o atacante Uribe cabeceou, mas o goleiro George salvou a Cabofriense.

Quase um golaço
De pé em pé, o Fla quase marcou com Uribe e ampliou a contagem. Após bela trama de Everton Ribeiro e Diego, o colombiano cabeceou, mas o goleiro George fez ótima defesa.

Flamengo liquida
Com a vantagem na mão, o Flamengo não arrefeceu e foi para cima do rival. Com mais entrega do que bom futebol, o Fla ampliou com Diego, que marcou de bicicleta, após belo passe de Willian Arão.

Nesta altura, o Maracanã cantava forte e fazia a festa para um time que, se não foi brilhante durante o jogo, demonstrou uma entrega muito grande enquanto a bola rolou.

Com o rival entregue, o técnico Abel Braga tratou de manter o rodízio do elenco e fez as substituições necessárias. Aos 40, Bruno Henrique cruzou e De Arrascaeta marcou seu primeiro gol pelo novo clube. Nos acréscimos, Gabigol serviu Bruno, que deu números finais à goleada. Dever de casa cumprido e muita festa na arquibancada.

Gabigol ainda em branco
Não foi dessa vez que o camisa 9 desencantou pelo novo clube. O jogador saiu do banco de reservas, mas substituiu Uribe aos 25 minutos da etapa final. Após cruzamento de Renê, o jogador cabeceou, parou em Greorge e manteve o seu jejum pessoal.

George brilha
Não fosse as intervenções de George, goleiro da Cabofriense, o Fla poderia ter saído do Maracanã com um placar mais elástico. O jogador teve participação decisiva em conclusões de Uribe e Gabriel, e foi decisivo para o resultado.

Casa cheia
Como de hábito neste Carioca, a torcida do Flamengo "invadiu" o Maracanã mais uma vez. Neste domingo, mais de 49 mil pessoas pessoas prestigiaram a partida ante o Alviverde.

Manto com novidade
O presidente da Multimarcas, Fabiano Ferreira, participou do Match Day de hoje e conheceu os bastidores da partida que marca a estreia da marca no Manto Sagrado! Seja bem-vinda, Multimarcas! 

Ainda sem patrocinador master desde a saída da Caixa,  Fla começou a "encher" a sua camisa neste domingo. A partir da partida contra a Cabofriense, a camisa do clube passa a receber a inscrição da Multimarcas Consórcios, que será estampada na barra da camisa.

Gabigol mania
O atacante Gabriel mal chegou ao Flamengo, mas já caiu nas graças da torcida. Neste domingo, os rubro-negros puderam comprar um copo personalizado com a imagem do atacante do Fla.

FLAMENGO X CABOFRIENSE

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 3/2/2019, às 17h
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (RJ) e Rachel de Mattos Bento (RJ)
Cartões amarelos: Manoel (CAB); Gabriel (FLA)
Cartões vermelhos:
Gols: Willian Arão, aos sete minutos do primeiro tempo; Diego, aos 11 minutos do segundo tempo. De Arrascaeta, aos 40 minutos do segundo tempo; Bruno Henrique, aos 46 do segundo tempo

Flamengo
Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão (De Arrascaeta), Diego e Éverton Ribeiro (Ronaldo); Bruno Henrique e Uribe (Gabigol).
Técnico: Abel Braga
  
Cabofriense
George; Pedro (Kaká Mendes), Brunno Lima, Roberto Jr. e Abuda; Manoel, Valderrama (Rincon) Watson; Anderson Rosa e MarcusÍndio (Dudu Pedrotti).
Técnico:Luciano Quadros



Comentários