Maestro Junior: meia brilha no Macaé após ver carreira quase chegar ao fim

O Macaé sofreu para se livrar do rebaixamento, mas conseguiu o objetivo. E se teve um jogador que chamou a responsabilidade no Alvianil Praiano este foi Junior. Dos nove gols que o Leão do Norte Fluminense fez na competição, ele marcou dois e deu assistência para outros quatro. Não dá para esconder que foi a melhor competição da carreira. Quem confirma é o próprio.

- Com certeza foi a melhor competição da minha carreira. Qualquer atleta quer jogar o Campeonato Carioca. Fui muito bem no Artsul no ano passado, e assim que cheguei ao Macaé, sempre busquei trabalhar forte. Ajudar com gols e assistências foi fruto de muito trabalho - comemorou o meia.

Junior começou a carreira no Queimados, quando tinha 17 anos. Esteve por três anos no Dragão da Baixada, passando ainda por Bonsucesso, São Cristóvão e Resende, mas após 2016 ficou dois anos parado até pedir e receber uma chance no Artsul.

Logo nos primeiros treinos no time da Baixada, Junior mostrou que ainda tinha uma longa carreira pela frente. Na Série B1 do Campeonato Carioca de 2018, teve ótimas atuações. Sem esquecer do ex-clube, ele deixou agradecimentos especiais a membros do Artsul e também aos familiares.

- Mandei mensagem pedindo uma oportunidade ao Hermes (Junior, que comandou o Artsul em 2018) e Deus tocou no coração dele. Sou muito grato a ele. Deus tem um propósito em minha vida e o motivo da minha volta foi familiar. Sempre tive uma família presente em minha vida e nos meus objetivos. Foi o motivo de nunca ter desistido do futebol - disse.

Hoje com 23 anos, Junior terá contrato encerrado com o Macaé no dia 2 de março. Descanso, entretanto, não é algo que passa pela cabeça do atleta.

- Espero continuar tendo uma boa sequência neste ano, pois sempre deixei tudo nas mãos de Deus. Assim que meu contrato acabar com o Macaé, vou sentar com meus empresários e veremos a melhor escolha para o prosseguimento da minha carreira - projetou.

O Macaé não será uma opção para Junior, já que o Alvianil não possui vaga na Copa Rio e só volta a campo em 2020, na Seletiva do Estadual.

Comentários