Vasco vence Resende por 3 a 0, homenageia Fla e vai à final da Taça GB

Thiago Ribeiro/AGIF
Em jogo que quase foi adiado por conta da possibilidade de tempestade, o Vasco venceu hoje o Resende por 3 a 0 no Maracanã - com gols de Lucas Mineiro, Yago Pikachu e Marrony - e garantiu vaga na final da Taça Guanabara. A partida foi marcada por homenagem das duas equipes às vítimas do incêndio no CT Ninho do Urubu e das enchentes no Rio de Janeiro na semana passada.

O Cruzmaltino agora aguarda o vencedor do duelo entre Flamengo e Fluminense que acontecerá amanhã também no Maracanã. O Rubro-Negro joga com a vantagem do empate.

A decisão da competição acontecerá no próximo domingo (17) no estádio e, em caso de igualdade no placar, a disputa será nos pênaltis.

VASCO CONSTRÓI VITÓRIA EM CIMA DE ERROS DO RESENDE
O Vasco fez uma boa e consistente, é bom que se diga, mas sua vitória foi construída em cima dos erros defensivos do Resende. Em todos os gols o time adversários apresentou falhas, algumas graves, como no terceiro, feito por Marrony, quando o goleiro Ranule perdeu a bola.

LUCAS MINEIRO SOBE SOZINHO E ABRE O PLACAR PARA O VASCO
Logo aos 15 minutos do primeiro tempo, Danilo Barcellos bateu com perfeição o escanteio da esquerda e o volante Lucas Mineiro subiu livre, cabeceando no canto esquerdo do goleiro Ranule, que ficou apenas olhando. 

PIKACHU AMPLIA EM RARO GOL DE CABEÇA E PERDE CHUTEIRA
Com o controle do jogo, o Vasco ampliou aos 33 minutos após lindo passe em profundidade de Lucas Mineiro, que achou o lateral Raúl Cáceres. O paraguaio cruzou na cabeça de Yago Pikachu, que após a conclusão, sua chuteira direita saiu do pé. Na comemoração, chegou a jogá-la para o alto.

BARCELOS QUASE FAZ GOL OLÍMPICO
Logo aos quatro minutos do segundo tempo, Danilo Barcelos mais uma vez cobrou um escanteio com veneno. Desta vez foi diretamente para o gol e a bola quase entra.

MARRONY TEM GOL CONFIRMADO APÓS VAR
Aplicado pela primeira vez no Campeonato Carioca, o VAR foi utilizado para confirmar o terceiro gol do Vasco. A jogada se iniciou quando o goleiro Ranule se enrolou todo com a bola, perdeu para Marrony e o jovem chutou para o fundo do gol aos 17 minutos do segundo tempo. Após dois minutos de consulta, o árbitro Rodrigo Nunes de Sá confirmou o tento.

WERLEY É OVACIONADO
Em campo pela primeira vez após a morte de seu primo Pablo Henrique, de 14 anos, no incêndio no CT do Flamengo, o zagueiro Werley foi ovacionado durante a partida e quando foi substituído no segundo tempo por Luiz Gustavo após sentir desconforto muscular. O jogador teve uma partida segura.

LUCAS MINEIRO - O MELHOR
O volante ex-Chapecoense foi o principal destaque da partida. Fez um gol, deu lindos passes que iniciaram as jogadas do segundo e terceiro gols e se mostrou efetivo tanto na defesa quanto no ataque.

RAUL - O PIOR
Em compensação, seu companheiro de contenção no meio de campo não teve uma noite inspirada. Errou passes e perdeu bolas bobas que geraram contra-ataque ao Resende.

VALENTIM CONSEGUE DAR RESULTADO NO TÃO SONHADO BOM GRAMADO
Até chegar ao Maracanã, o Vasco teve uma infeliz rotina de gramados ruins (tirando as duas partidas em São Januário). Com o campo em boas condições, o treinador conseguiu mostrar o seu padrão, explorando bastantes os laterais e os pontas. 

RESENDE PECA NAS BOLAS AÉREAS
O Resende tentou não ficar só se defendendo, mas pecou bastante nas bolas aéreas defensivas. No primeiro gol sofrido, deixou Lucas Mineiro subir sozinho. No segundo, a defesa perdeu na cabeça para Yago Pikachu, de apenas 1,69m.

UM MINUTO DE SILÊNCIO
Antes de a bola rolar, foi decretado um minuto de silêncio pela tragédia no Flamengo, as mortes na enchente do Rio e os falecimentos do jornalista Ricardo Boechat e da atriz Bibi Ferreira.

VASCO COLOCA BANDEIRA DO FLA NA CAMISA
O Vasco entrou com uma camisa em que na parte da frente havia uma bandeira do Flamengo e a frase "Em frente, juntos", numa homenagem aos dez adolescentes mortos no CT do Ninho do Urubu. Nas costas, a solidariedade era para as vítimas da enchente no Rio de Janeiro da semana passada: "SOS Vidigal Rocinha".

O clube informou também que as camisas utilizadas na partida serão leiloadas e a renda obtida será revertida para as famílias das vítimas da tragédia rubro-negra.

HOMENAGEM DO RESENDE E DA ARBITRAGEM
Já os jogadores do Resende entraram com camisas com os rostos dos jovens do Flamengo que faleceram. A arbitragem tinha uma faixa de luto em seus uniformes assim como os gandulas da partida. 

JOGO QUASE FOI ADIADO
Ontem a prefeitura do Rio de Janeiro emitiu um alerta de possibilidade de temporal na cidade e recomendou que a partida fosse adiada. O Vasco e Ferj, então, foram favoráveis ao adiamento, mas a Polícia Militar vetou por não permitir que duas partidas envolvendo três grandes clubes acontecessem na mesma data (Flamengo e Fluminense se enfrentam amanhã no Maracanã). Após analisar diversas possibilidades, decidiu-se por manter o jogo com as vendas dos ingressos suspensas. Para amenizar o prejuízo do Vasco, Ferj e Maracanã abriram mão de suas taxas.

VASCO 3 X 0 RESENDE
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Auxiliares: Thiago Henrique Neto e Daniel de Oliveira Alves Pereira
Cartões amarelos: Jeanderson (RES)
Cartões vermelhos:
Gols: Lucas Mineiro, aos 15 minutos do primeiro tempo (VAS); Yago Pikachu, aos 33 minutos do primeiro tempo (VAS); Marrony, aos 17 minutos do segundo tempo (VAS)

Vasco
Fernando Miguel, Raúl Cáceres, Leandro Castan, Werley (Luiz Gustavo) e Danilo Barcelos; Lucas Mineiro, Raul (Bruno César), Yago Pikachu (Lucas Santos), Thiago Galhardo e Marrony; Maxi Lopez
Técnico: Alberto Valentim

Resende
Ranule; Filipe, Rhayne, Lucão, Jeanderson; Joseph (Zambi), Vitinho, Léo Silva, Arthur Faria; Davi Ceará (Valdeci), Maxwell
Técnico: Edson Souza

Comentários