Apesar de resultado, postura defensiva devolve confiança ao Americano


O Americano somou mais um ponto no Campeonato Carioca com o empate com o Resende. Apesar de estar ganhando até a reta final do confronto e ver o adversário igualar o placar, o time sai mais confiante do duelo. O desempenho defensivo no confronto do Estádio de Moça Bonita, no último domingo (10), devolveu a autoestima da equipe comandada por Josué Teixeira para os últimos compromissos da Taça Rio.

Com um homem a menos de cada lado, o campo ficou maior e os espaços, teoricamente, deveriam aparecer. Contudo, o bom posicionamento da linha de cinco jogadores no sistema defensivo do time impediu que o Resende chegasse com maior clareza. Na única hesitação do time no confronto, o gol saiu. O goleiro Luis Henrique preferiu exaltar a atuação do que apontar qualquer falha do time.

- Futebol é assim, alguém tem que errar para que saia o gol. A gente tentou e conseguiu resgatar o espírito defensivo que a gente tinha. O mais importante era isso, estávamos tomando muitos gols. Contra o Resende, sofremos uma pressão muito grande e conseguimos sair bem - disse, ainda falando do gol sofrido.

- Foi um lance de sorte deles. Caramba, o cara chutou uma bola, ela ia para fora, infelizmente a bola desviou no Espinho e acabou tirando as minhas chances. Acho que o ponto positivo é esse: resgatar o espírito defensivo do time. Se a gente seguir com isso nos próximos três jogos esse mesmo espírito, as chances de conseguirmos as vitórias vão aumentar muito - afirmou o camisa 1.

Agora o time de Campos dos Goytacazes enfrenta o Boavista, às 18h, no Elcyr Resende, no domingo, dia 17 de março. 

Comentários