Folia na Colina! Com atuação segura, Vasco derrota o Boavista

Vasco x Boa Vista Rossi
O Vasco demorou um pouco para entrar em sintonia. Mas, contando com um Bruno César inspirado na criação de jogadas e os gols de Marrony e Rossi, a equipe de Alberto Valentim derrotou o Boavista por 2 a 0 e viu sua folia garantida neste Sábado de Carnaval em São Januário, em jogo válido pela segunda rodada na Taça Rio.  

Com o triunfo, o Cruz-Maltino chega a quatro pontos pelo Grupo B. A equipe da Colina agora se prepara para, no próximo sábado, fazer o Clássico dos Milhões contra o Flamengo, no Maracanã.

Difícil de "sassaricar"
A opção de Alberto Valentim por uma formação ofensiva ensaiou um início promissor. Lucas Mineiro bateu de longe e Guilherme Eiras espalmou. Depois, Ribamar cabeceou para fora. Porém, o setor ofensivo lidava com uma disritmia na troca de passes e sofria para se sobressair a um Boavista bem fechado. Diante disto, o Verdão de Saquarema levou perigo em contra-ataques, com Douglas Pedroso e Arthur.   

"Moço, olha o vexame..."
Aos 25 minutos, João Batista de Arruda quase viu sua arbitragem desafinar ao assinalar pênalti depois que a bola cruzada por Thiago Galhardo tocou na perna de Arthur. Mas, graças aos seus assistentes, voltou atrás.

E só dá ele!
A folia vascaína foi aberta aos 33 minutos. Melhor articulador da equipe na etapa inicial, Bruno César cobrou falta de forma traiçoeira e Guilherme Eiras soltou. Marrony aproveitou a sobra, empurrou para a rede e fez seu quinto gol no Carioca.

Embalou de vez... 
A equipe de Alberto Valentim voltou do intervalo com uma ginga diferente, aproveitando as brechas deixadas pelo Boavista.  Marrony esticou e Ribamar finalizou rente à trave. Mas, aos sete, São Januário voltou a entrar em clima de folia. Bruno César lançou Rossi e o camisa 7 avançou pela direita até estufar a rede. 

Chuva, suor e... haja chances!
A vantagem cruz-maltina fez Alberto Valentim promover testes no ataque: Lucas Santos e Tiago Reis entraram em campo. Mesmo com seu ritmo cadenciado, o Vasco ainda viu Tiago Reis ameaçar duas vezes. Na reta final, Mosquito foi expulso após falta dura em Cáceres. Mas nada que atravessasse o clima de folia na Colina.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2x0 BOAVISTA

Data-Hora: 2/3/2019 - 16h30
Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
​​Árbitro: João Batista de Arruda (RJ) Nota L!: 4,5 - Quase enrolou-se ao marcar inicialmente um pênalti inexistente para o Vasco. Precisou da ajuda dos assistentes para voltar atrás em sua marcação. Em compensação, acertou na expulsão de Thiago Mosquito.
Assistentes: Wallace Muller Barros Santos (RJ) e Rachel de Mattos Bento (RJ)

Gol: Marrony, 33/1ºT (1-0), Rossi, 6/2ºT (2-0)

Cartões amarelos:  Leandro Castan (VAS), Christiano, Luis Soares, Arthur (BVT)

Cartão vermelho: Mosquito, 45/2ºT (BVT)

VASCO: Fernando Miguel; Raúl Cáceres, Werley, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Lucas Mineiro (Bruno Silva, 18/2ºT), Thiago Galhardo, Bruno César, Marrony (Tiago Reis, 21/2ºT) e Rossi; Ribamar (Lucas Santos, 25/2ºT). Técnico: Alberto Valentim

BOAVISTA: Guilherme Eiras; Wellington Silva, Gustavo Geladeira, Elivelton e Christiano (Márcio Costa, 28/2ºT); Douglas Pedroso, Ralph (Leandrão, 20/2ºT) e Arthur; Luis Soares, Renan Donizete e Felipe Augusto (Thiago Mosquito, 9/2ºT). Técnico: Eduardo Allax 

Comentários