Liga Macaense realiza neste sábado a cerimônia de abertura centenária

Esse ano, o Campeonato de Futebol Amador de Macaé completa 100 anos. Para comemorar o centenário, a Liga Macaense de Desportos (LMD) promete promover uma grande festa dentro e fora dos gramados. Neste sábado (16), a partir das 13h, será realizada a solenidade de abertura da competição, que é dividida em Série A e B. O evento, que acontecerá no Estádio do Expedicionário, contará com a presença de pessoas ilustres da cidade e autoridades.

Dando início aos jogos da primeira divisão, a primeira partida do ano será entre o campeão de 2018, o A.E Independente, e o Macaé FC, primeiro campeão da história do futebol amador da Capital do Petróleo. O clássico será às 13h30. “Por coincidência os dois times caíram nesse duelo durante o sorteio, que aconteceu no final de fevereiro. Será um encontro entre o atual e o primeiro campeão. Esperamos um jogo emocionante”, diz o presidente da liga, Wanderson Agostinho. Logo em seguida, às 15h30, o Aterrado enfrenta o Fúria.

“A Série A esse ano vem bastante competitiva, pois são dois grupos de nove equipes cada, bastante equilibrados. Os times reforçaram o seu elenco, já estão se preparando para disputar a competição. Foi criada uma expectativa muito boa. Estamos desde novembro do ano passado trabalhando nisso. Detalhe por detalhe. Os clubes se organizando. Acreditamos que será a maior competição do século e estamos trabalhando para isso. Tanto na área do futebol, do público, como também na ação social. Esses dois jogos de abertura serão muito difíceis”, destaca.

A LMD convoca a população apaixonada por futebol para comparecer. Esse ano, o lado social está ainda mais forte. A entrada para a abertura será um quilo de alimento não perecível ou um litro de leite (integral de caixa ou em pó). “Esse leite será doado para o Asilo de Macaé, que está precisando muito. Quem puder ajudar, vai ser uma forma de prestigiar o nosso esporte amador e, ao mesmo tempo, fazer o bem a quem mais precisa”, convoca Wanderson.

Além da campanha de alimentos, todos os times participantes das Séries A e B se comprometeram a mandar cinco pessoas para doar sangue ao Hemocentro de Macaé. “É uma outra forma de ajudar a reabastecer o banco de sangue e também incentivar as pessoas sobre a importância de ser doadora. Os times abraçaram a causa e já estão participando”, ressalta.

Wanderson relembra que serão feitas homenagens a pessoas que contribuíram, de alguma forma, com o esporte na cidade. Um deles é Antônio Carlos Pinto de Carvalho, que leva o seu nome na taça do grande campeão de 2019. “O nosso Pelé de Macaé foi uma pessoa importante. Ele foi colunista na área de esporte de O Debate. Resolvemos que esse ano ele será o grande homenageado e estará presente na nossa festa de abertura”, finalizou o presidente.

38 equipes na temporada
Esse ano serão 18 equipes brigando pelo título na elite da competição e 20 em busca do acesso na segunda divisão, reunindo cerca de 1.400 atletas. Vão disputar a Série A as seguintes equipes: Águia FC, A.M.F.E., Aterrado FC, Macaé FC, Barramares FC, Bengala FA, AE Cajueiros, EC Barreto, AE Fúria, FC Galácticos, Glicério FC, AE Independente, C. Itaparica F., Lagomar FC, Paraíso FC, Sinditob EC, AE U. Aroeira e U. Barreto FC.

Já na Série B, a disputa será entre: Audax, 300FC, Atlético Lagomar, Borússia e Selefogo (Grupo A); Praia Campista, ABC, Amigos, Barrinho e Napoli (Grupo B); Falcão, Furacão, Juventus, Tigres e Santo Amaro (Grupo C); Colorado, Garra, Córrego do Ouro, Imburo e Real Parças (Grupo D).

A Liga Macaense de Desportos foi fundada em 30 de setembro de 1942. A instituição é responsável pela regulamentação do Campeonato Macaense de Futebol de diversas categorias. Para acompanhar as novidades, o interessado pode acessar a página nas redes sociais: https://www.facebook.com/ligamacaense.

Comentários