Paduano Esporte Clube estende vínculo com Marquinho até 2021

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado, mesa e área interna
Marquinho que é cria do Paduano, chegou ao clube em 2017, na equipe Sub20 vindo de Juiz de Fora minas gerais e aprovado em uma das peneiras realizadas naquele ano, o atleta mostrou potencial e passou a ser uma das jóias da base do Trovão Azul, jóia essa que em 2019 irá atuar na Europa, sonho de todo menino.

O Paduano ve em Marquinho uma coroação de todo um trabalho árduo que vem sendo feito para profissionalizar a gestão do clube, deste que assumiu a presidência do Paduano, o Presidente Romulo Vieira coleciona ações jamais vistas na administração do clube.
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas sentadas
Entre 2017/2018 iniciou se o processo de empréstimo de atletas onde 4 atletas da base foram cedidos a Cabofriense, em seguida um dos atletas foi para o Equador disputar a divisão nacional de acesso e outro recebeu oferta de um clune da Finlândia, a negociação ja havia sido acertada,porém o atleta desistiu de seguir a carreira.

Em 2019 este número aumentou, já são 8 atletas Profissionais cedidos por empréstimo, e 1 atleta Sub17,  o Presidente garante que mais um atleta profissional já está em fase de assinatura de contrato com um clube de São Paulo, que deve anunciar em breve.

Na história do Paduano não há registros de negociações de atletas dentro nem fora do país, todos estes jogadores cedidos por empréstimo foram liberados gratuitamente ao clube que foi enviado, porém o Paduano detém o passe do atleta e em caso de um deles se destacar, e o próprio clube que ele está hoje ou até mesmo outro clube que queira adquirir seus direitos, terá de pagar a multa rescisória. 

Comentários