Rhainer marca no fim da partida e Bangu derrota Madureira por 1 a 0

image
No Clássico Suburbano realizado na tarde desta sexta-feira (1/3), pela segunda rodada da Taça Rio, o Bangu levou a melhor sobre o Madureira, mesmo atuando fora de casa, no Estádio Aniceto Moscoso. Com gol de Rhainer (que iniciou a temporada no Madura, mas rescindiu por falta de oportunidades), o Alvirrubro venceu por 1 a 0, se recuperando no segundo turno do Campeonato Carioca e decretando a folia banguense antes do Carnaval.

Com o resultado positivo, o Bangu chega aos três primeiros pontos, subindo para terceiro lugar no Grupo B do Estadual. No geral, o time da Zona Oeste segue como um dos donos de uma vaga na Série D do Brasileiro em 2020. Por outro lado, o Madureira manteve o jejum de vitórias. Na Taça Rio, está em quarto na Chave A, com um ponto. No somatório dos turnos, aparece no penúltimo posto, na zona de queda para Seletiva.

Muita disposição e pouca qualidade marcam etapa inicial
O primeiro tempo foi dos mais pobres do ponto de vista técnico. Vontade não faltou, mas qualidade também pouco se viu. Até a parada técnica, muita correria foi empregada de ambos os lados, mas com afobação, sem a calma necessária para que lances de perigo real fossem criados.

Após a pausa para hidratação, o panorama até melhorou, mas sem grandes emoções. Na melhor oportunidade, Marlon perdeu um gol incrível pelo Madureira. Ele recebeu lançamento, driblou o goleiro Jefferson Paulino, mas finalizou, de maneira inacreditável, para fora. Foi o que se viu de mais eletrizante antes do intervalo.
image
Estreante brilha e garante festa alvirrubra
O segundo tempo apresentou alta intensidade, mas ainda sem a qualidade técnica desejada. As equipes se alternavam no ataque, mas sem maiores incômodos aos goleiros. Roy tentou as entradas de Maradona e Welber no Madureira, enquanto do outro lado as novidades de Alfredo Sampaio foram Rhainer (estreante) e Alex.

image

O Bangu foi se aproximando do gol na reta final. Yaya Banhoro teve bom momento aos 38, mas foi Rhainer, aos 40, que colocou a bola no fundo das redes. Em escanteio cobrado por Kelvin, o desvio no primeiro pau exigiu grande defesa de Douglas. Na sobra, Rhainer demonstrou oportunismo para finalizar e colocar o time da Zona Oeste na frente: 0 a 1.

Os minutos finais foram de um Madureira, na base do abafa, buscando o empate. A pressa, entretanto, deixou o time da casa ainda mais nervoso. O Bangu, por sua vez, soube se segurar e manter a dianteira com placar mínimo, garantindo três pontos importantes para a sequência do Estadual.

No prosseguimento da Taça Rio, o Bangu visita o Volta Redonda, na próxima sexta-feira (8), no Raulino de Oliveira. Já o Madureira aguarda o próximo dia 11, quando visitará o Botafogo, no Estádio Nilton Santos.

Madureira 0x1 Bangu - Campeonato Carioca, Taça Rio, 2ª rodada - 01/03/2019 às 16h

Estádio Aniceto Moscoso (Rio de Janeiro - RJ)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Assistentes: Eduardo de Souza Couto e Thiago Gomes Magalhães

Madureira: Douglas; Arlen, Junior Lopes, Mário Pierre e Rezende; Levi, Rodrigo Dantas, Everton e Luciano (Ygor Catatau, 27'/2ºT); Marlon (Cláudio Maradona, 21'/ºT) e Tássio (Welber - intervalo). Técnico: Antônio Carlos Roy.

Bangu: Jefferson Paulino; João Lucas (Kelvin, 30'/2ºT), Rodrigo Lobão, Anderson Penna e Dieyson; Felipe Dias e Marcos Júnior; Yaya Banhoro, Felipe Adão (Alex Chander, 10'/2ºT) e Jairinho (Rhainer, 14'/2ºT); Anderson Lessa. Técnico: Alfredo Sampaio.

Cartões amarelos: Levi, Arlen e Cláudio Maradona (MAD); Rodrigo Lobão (BAN).

Gol: Rhainer, 40'/2ºT (0-1).

Comentários