Botafogo leva virada do Juventude no fim e dá adeus à Copa do Brasil

Arthur Dallegrave | ECJuventude
O Botafogo até conseguiu estar na frente do placar hoje no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), mas após ter o meia Alex Santana expulso ainda no primeiro tempo, não conseguiu suportar a pressão, levou a virada do Juventude aos 44 da etapa final e, com uma derrota por 2 a 1, deu adeus à Copa do Brasil na terceira fase. Os gols foram marcados por Cícero, para os cariocas, e por Brian Rodríguez e Dalberto, para os gaúchos. O jogo de ida, no Rio, terminou empatado em 1 a 1.

Além da perda técnica, o Alvinegro ainda teve um prejuízo financeiro, já que deixou de embolsar R$ 1,9 milhão de premiação com a classificação.

O Juventude conhecerá seu próximo adversário na competição em sorteio a ser realizado amanhã, às 11h, na CBF.
Juventude x Botafogo
Botafogo tem gol anulado no início
Logo aos cinco minutos de jogo, Luiz Fernando Cruzou da direita, Diego Souza ajeitou de cabeça, Erik não alcançou e Cícero concluiu para o gol. A arbitragem, porém, viu impedimento de Erik no lance.

Juventude pressiona e perde chances
Na sequência o Juventude foi para cima e deu um verdadeiro calor no Botafogo, tendo três oportunidades praticamente seguidas. A primeira com Eltinho invadindo a área em jogada individual. A segunda com Braian Rodriguez perdendo debaixo do pau após cruzamento da esquerda. E a terceira com uma bomba de Dalberto em Gatito Fernández fez uma grande defesa. Os três lances aconteceram dentro de quatro minutos.

Cícero abre o placar com categoria para o Botafogo
Em jogada onde novamente os jogadores do Juventude pediram impedimento, Jean fez lindo lançamento e encontrou Cícero sozinho. O camisa 11 matou no peito, esperou o goleiro escolher o canto e tocou com categoria para abrir o placar para o Botafogo.

Alex Santana expulso no 1º tempoAos 40 minutos do primeiro tempo, Alex Santana deu uma entrada dura em Rafael Jataí e foi expulso ao tomar o segundo cartão amarelo. O primeiro havia sido quatro minutos antes por reclamação.

Diego Souza tem gol anulado e perde chance
Mesmo com um ano menos, o Botafogo teve duas chances no início do segundo tempo com Diego Souza, uma onde brigou com o zagueiro e chutou para fora e outra onde chegou a balançar a rede, mas estava impedido.

Juventude balança o travessão de Gatito
Em seguida, o Juventude foi ao ataque e Breno, em jogada individual, bateu colocado e a bola bateu no travessão de Gatito.

Juventude empata a partida
Aos 15, Jhon Lennon cruzou da esquerda e encontrou o uruguaio Brian Rodríguez que, de peixinho, estufou a rede de Gatito e deixou tudo igual em Caxias do Sul.

Diego Souza tenta gol de cobertura e se lesiona
Principal nome do elenco do Botafogo, Diego Souza acabou se lesionando no segundo tempo e precisou ser substituído. Ele partiu em direção ao gol, viu o goleiro adiantado e tentou dar de cobertura. Logo após o chute ele colocou a mão na coxa esquerda sentindo muitas dores.

O melhor - Cícero
O experiente jogador chegou bem ao ataque e balançou a rede duas vezes, sendo uma em que seu gol foi anulado por Erik estar impedido.

O pior - Alex Santana
O meia foi irresponsável ao dar uma entrada desleal no adversário e acabar sendo expulso com 40 minutos do primeiro tempo.


João Paulo suspenso
Expulso no jogo de ida no Rio, o meia João Paulo desfalcou a equipe do Botafogo em Caxias do Sul (RS).

JUVENTUDE 2 X 1 BOTAFOGO
Data e hora: 11/04/2019
Local: Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Auxilares: Daniel Luis Marques e Bruno Salgado Rizo (SP)
Cartões amarelos: Rafael Jataí (JUV); Gatito Fernández, Cícero, Alex Santana (BOT)
Cartões vermelhos: Alex Santana, Jean (BOT)
Gols: Cícero, aos 32 minutos do primeiro tempo (BOT); Brian Rodríguez, aos 15 minutos do segundo tempo (JUV); Dalberto, aos 44 minutos do segundo tempo (JUV)

Juventude
Marcelo Carné; Vidal, Genílson, Sidimar e Moisés; Rafael Jataí (Breno); Eltinho, Denner, Lennon e Dalberto; Braian Rodriguez
Técnico: Marquinhos Santos

Botafogo
Gatito; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Gilson; Alex Santana, Jean, Cícero; Erik, Luiz Fernando e Diego Souza (Igor Cássio)Técnico: Zé Ricardo

Comentários