Coordenador de futebol fala do início das atividades no Serra Macaense

A última terça-feira (09) para o elenco profissional do Serra Macaense foi marcada pelos exames clínicos, testes ergométricos, hemograma completo e glicemia realizados na Same Serviços Médicos, a fim de obter informações do nível em que cada atleta está chegando ao clube. O coordenador de futebol, Marco Júnior, acompanhou os jogadores do Verdão.

“Essas avaliações de saúde são fundamentais para a prática do futebol. A Same Serviços Médicos teve toda presteza, atenção e cuidado para com nossos jogadores. É uma empresa que preza pela saúde da comunidade macaense e oferece um serviço de qualidade, também agregando na gestão profissional que a diretoria do Serra imprime dentro do clube”, aponta.

Profissional da área coorporativa por mais de uma década, Marco Júnior foi contratado pela agremiação macaense nesta temporada, trazendo seu conhecimento e agregando qualidade na gestão. Além de atuar em multinacionais, o carioca de 37 anos também comandou um projeto social durante três anos com jovens na Rocinha, na capital do Estado.

“O objetivo para o dia a dia é envolver de forma transdisciplinar o fluxo entre os departamentos internos do Clube, no qual existam tarefas para fazer que afetem diretamente o futebol. Ou seja, praticamente tudo. A vinda para o Serra Macaense a meu ver também se dá para envolver toda uma metodologia de trabalho, gestão, parte técnica do futebol e principalmente a base, tendo em vista que o Clube é uma empresa, de negócios, mas sobretudo ser o elo entre partes do processo todo de maneira estratégica, devido às metas traçadas até 2020 para conseguir o selo de Clube Formador, claro que passando pelos resultados em campo e o acesso para Série A do profissional”, explica.

Para o futuro breve, Marco Júnior destaca a importância da evolução da agremiação, com as parcerias firmadas e anunciadas pela diretoria, ao lado do Velasco Sport Group, onde a formatação de um corpo de colaboradores forte norteia os avanços dentro e fora de campo.

“Estou muito feliz e satisfeito em poder contribuir com meu conhecimento, bagagem, know-how. Quero colaborar para realizarmos grandes conquistas com as categorias de base do Serra Macaense, formando não somente atletas, mas principalmente cidadãos. Além disso, futuramente com a evolução do Clube, existem ótimas oportunidades para que consigamos novas parcerias, por exemplo, na área educacional, com instituições de ensino da região. Já temos estabelecida uma com a Estácio e buscamos para o segundo semestre incluir a UFRJ na parte de pesquisas, de maneira estratégica, o que enriquecerá na parte da preparação física sendo um diferencial para todos os colaboradores do clube”, avalia.

Comentários