Pan 2019, faltam 88 dias: Com sete ouros, Brasil domina o Campeonato Pan-Americano

O Brasil dominou completamente o Campeonato Pan-Americano de canoagem slalom, realizado em Três Coroas, no Rio Grande de Sul. Ao todo, a equipe brasileira reinou diante dos adversários e conquistou sete ouros em oito finais, além de ter ganho também quatro pratas e seis bronzes.

Feminino
Nas decisões femininas, Ana Sátila novamente foi o grande destaque do país. Na canoa individual (C1), ela brilhou e confirmou a primeira colocação geral ao anotar o tempo de 96.33 segundos. E o Brasil dominou o pódio por completo. Omira Estácia (111.97) e Marina Costa (115.73) levaram prata e bronze para casa, respectivamente.

Já na sequência, pelo caiaque individual (K1), o resultado final contou novamente com as três atletas entre as melhores classificadas da categoria, com Ana Sátila repetindo o ouro. Agora, a mineira fechou com 93.08 segundos para assegurar o título, seguida por Omira Estácia (96.47) e Marina Costa (103.28).

Pelas disputas de equipes, o Brasil manteve a soberania. No C1, as representantes concluíram o trajeto com a primeira e terceira colocações, garantindo ouro e bronze:

1º Brasil (187.94)
2º Argentina (210.14)
3º Brasil (290.83)

O ritmo intenso continuou no K1. O time feminino terminou com a liderança e confirmou o primeiro lugar. A Argentina complementou o pódio:

1º Brasil (119.13)
2º Argentina (200.85)
3º Argentina (345.89)

Masculino
A categoria do caiaque individual masculino (C1) foi a única em que o Brasil não levou o ouro. Charles Correa finalizou a prova com o segundo lugar e ficou com a prata, com o total de 91.73 segundos. O norte-americano Zachary Lokken (90.76) e o argentino Sebastian Rossi (93.25) fecharam com ouro e bronze, respectivamente.

No caiaque (K1), os brasileiros fizeram a festa e comandaram a disputa do início ao fim. Mathieu Desnos (82.96), Murillo Sorgetz (84.59) e Fabio Rodrigues (84.64) dominaram o pódio.

Nas equipes, o país confirmou o favoritismo. Ao todo, foram dois ouros e dois bronzes, um em cada categoria (C1 e K1). Confira os resultados:

C1
1º Brasil (117.26)
2º Argentina (123.92)
3º Brasil (125.74)

K1 
1º Brasil (102.79)
2º Argentina (105.08)
3º Brasil (106.95)

Comentários