Pane nas alturas! Fla perde para a LDU e se complica na Liberta

LDU x Flamengo Cuellar Comemoração LDU
A desatenção defensiva cobrou um preço alto ao Flamengo na noite desta quarta-feira. Após chegar a abrir o placar com Bruno Henrique, o Rubro-Negro viu seu fôlego rarear e foi derrotado por 2 a 1 para LDU, que virou com Anangonó e Chicaiza. O revés no duelo no Estádio Casa Blanca, em Quito (EQU) adiou a classificação rubro-negra às oitavas da Copa Libertadores e deixou uma missão árdua para a equipe.

Na última rodada, o Flamengo encara o Peñarol em Montevidéu precisando arrancar ao menos de um empate. As duas equipes estão com nove pontos (os uruguaios,que foram derrotados por 2 a 0 pelo San José-BOL, também têm nove pontos, mas perdem no saldo de gols para o Rubro-Negro). Já a LDU chega à reta final no páreo, por estar com sete pontos.
LDU x Flamengo Everton Ribeiro
Tem fôlego?
Mesmo adotando uma postura cautelosa, o Flamengo mostrava-se seguro diante de uma LDU que tropeçava em suas limitações. Além de fechar os espaços para as investidas de Quintero e Anderson Julio, sobrou fôlego à equipe em sua primeira chance clara. Pará desceu como quis pela direita e alçou na medida para Bruno Henrique. O camisa 27 escorou e mandou para a rede, em gol irregular (a bola bateu no seu braço antes de vencer Gabbarini). 

Cochilo nas alturas
No entanto, ao recuar em plena altitude, o Rubro-Negro voltou a ser atormentado por velhos vacilo defensivos. Cruz esticou a Jhojan Julio, que mandou para as nuvens. Boa opção ofensiva dos "Liguistas", Quintero fez Diego Alves desdobrar-se para evitar sua conclusão e ainda assustou em uma cabeçada. O Flamengo até ensaiou retomar as rédeas na reta final, em chance de Bruno Henrique e quando Everton Ribeiro carimbou a trave. Contudo, um cochilo nos descontos custou caro à equipe: enquanto a zaga parou esperando marcação de impedimento, Anangonó irrompeu na área e tocou na saída de Diego Alves. 
LDU x Flamengo  Leo Duarte
Que pressão é essa!
Embora tenha lançado no intervalo Diego no lugar de um De Arrascaeta que esteve bem abaixo da média, o interino Leomir de Souza não mudou o panorama do Flamengo. A LDU rondava a área e causava apreensão à defesa rubro-negra, que viu Cuéllar desdobrar-se e Léo Duarte salvar tentativa de Anangonó. Já quando o Rubro-Negro tentava atacar, via Gabigol tropeçar em erros nas raras vezes em que era acionado.

LDU é que sonha alto 
De tanto imprensar o Flamengo, a LDU encontrou caminho para sonhar alto na Copa Libertadores. Diego Alves espalmou mal cruzamento da direita e a bola sobrou para Chicaiza. Em novo vacilo rubro-negro, o camisa 10 teve tranquilidade para se deslocar da direita até a entrada da área e encher o pé, virando o placar. Aos trancos e barrancos, a equipe comandada por Leomir de Souza tentou ganhar fôlego no ataque. Porém, Gabbarini salvou chances de Bruno Henrique e Vitinho. Voltando da altitude com a derrota e um segundo tempo pífio diante de um adversário que desperdiçou chances com Muñoz e Anangonó, resta ao Fla mostrar que a desatenção não é suficiente para derrubar seu sonho na Libertadores. 
LDU x Flamengo comemoração LDU
FICHA TÉCNICA
LDU 2x1 FLAMENGO

Data-Hora: 24-04-19 - 21h30
Estádio: Casa Blanca, em Quito (EQU)
Árbitro: Nestor Pitana (Fifa/ARG) Nota L!: 4,5 - Ignorou desvio na mão de Bruno Henrique no gol do Flamengo.
Assistentes: Hernan Maidana (Fifa/ARG) e Juan Belatti (Fifa/ARG)

Cartões amarelos: Intriago (LDU), Rodrigo Caio (FLA)

Gols: Bruno Henrique, 18, 1º T (0-1), Anangonó, 47, 1º T (1-1), Chicaiza, 27, 2º T (2-1) 

LDU: Gabbarini; Quintero, Rodríguez, Guerra (Nico Freire, 35, 2º T) e Cruz; Intriago, Orejuela, Jhojan Julio (Chicaiza, 9, 2º T), Anderson Julio e Ayoví (Muñoz, 6, 2º T); Anangonó. Técnico: Pablo Repetto

FLAMENGO: Diego Alves (César, 37, 2º T); Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Willian Arão, Cuéllar, De Arrascaeta (Diego, intervalo), Everton Ribeiro e Bruno Henrique; Gabigol (Vitinho, 20, 2º T). Técnico: Leomir de Souza

Comentários