Goytacaz também homenageia as Mães, no mês especial delas

Sabe a semelhança entre torcer pelo Goytacaz e ser mãe? Ambos são movidos à paixão. É certo que não há relação mais carregada de amor que a das mães com seus filhos. Mas só quem torce para o Goyta sabe que se há um sentimento capaz de se aproximar deste, é o da torcida da Rua do Gás com seu time. Agora imagina ser mãe e alvianil? Quanto sentimento, não?! E então que tal para esse dia tão especial contar a história de uma personagem que reúna tudo isso? 

Em homenagem ao Dia das Mães, o site oficial do Goytacaz Futebol Clube conta a seguinte história de Héllen Souza. Mãe, torcedora do Goyta, esposa e fotógrafa. 
Futebol, maternidade e fotografia tem paixão como combustível para ela. Hoje traz a arte de fotografar, que pratica há 10 anos, ao campo de futebol, ao Aryzão. 

- Sou extremamente apaixonada pelo que faço. Amo fazer parte da vida das pessoas, por saber o quão importante é guardar momentos especiais. Acho que me apaixonei pela torcida do Goytacaz quando fui fotografar futebol pela primeira vez, em uma partida no Aryzão, quando trabalhava em redação de jornal. Essa torcida é uma coisa fora do comum. Impossível não se envolver – declarou.

E em um meio historicamente machista, o Goytacaz Futebol Clube se orgulha de incentivar o espaço das mulheres, que vem conquistando e demonstrando cada vez mais o quanto podem e merecem. Héllen conta como surgiu a relação com o futebol e com o Goytacaz:

- Sempre gostei de futebol. Participava de torneios esportivos na escola, jogava futsal. Acredito que gosto mais pela paixão. Acho incrível a sensação que temos durante um jogo. O Goytacaz eu me tornei torcedora em 2017, ano do acesso à Série A, quando fui levada ao estádio em meio à torcida e me encantei – disse.

A participação feminina vem em uma crescente no futebol mundial e especialmente, nacional. Já registramos a presença de árbitras, auxiliares, narradores, comentaristas, repórteres e fotógrafas no esporte. E 2019 é um ano especial, por ter a primeira Copa do Mundo feminina transmitida em TV aberta confirmada, com a participação de mulheres nas transmissões.

Mãe da pequena Júlia (três meses), Héllen concilia ser mãe, esposa, dona de casa, aos seus trabalhos com fotografia e fotojornalismo.

- Ser mãe, em especial com um bebê pequeno como tenho agora, e conciliar com os compromissos doa dia a dia, é trabalhoso, porém recompensador. Estou muito feliz em ter voltado ao fotojornalismo em mais ainda em poder participar de um projeto especial como está sendo feito no Goytacaz – afirmou. 

Héllen Souza tem 33 anos, 10 de fotografia. É mãe da Júlia, do Caio (13 anos) e do Pedro Henrique (16 anos), fotojornalista na Superintendência de Comunicação da Prefeitura de Campos e fotógrafa parceira da Equipe de Comunicação do Goytacaz Futebol Clube. 

Enfim...

“Nas três letras de mãe tem tanto amor, que não há quem consiga descrever”, Jonas Bezerra.

Essa é nossa homenagem a vocês, mamães alvianis.

Site do Goytacaz
Fotos: Cristiano Pessanha/Caio de Souza

Comentários